Melhores e piores países para investir em ETFs

Os ETFs têm uma diversidade de exposições muito mais ampla do que os Fundos de Investimento Indexados. É por essa razão que podemos encontrar ETFs que investem em quase todos os países que possamos imaginar, desde Desenvolvidos e Emergentes até os considerados Fronteira.

Neste artigo, mencionarei os ETFs de países que tiveram os melhores retornos nos últimos 3 anos e também os países com os piores retornos.

Por que investir em ETFs de Países?

A resposta rápida é por sua versatilidade, flexibilidade e diversidade.

Para os investidores ativos, é interessante investir em ETFs de países porque podemos aproveitar tendências, momentum, subavaliações e/ou retornos extremos no curto e médio prazo usando estratégias de rotação.

Embora seja menos sugerível, também poderíamos fazer apostas macroeconômicas em determinados países. Apenas lembrando que a economia e a Bolsa têm uma desconexão temporal. A Bolsa é um mecanismo de desconto de expectativas e descoberta de preços. A economia nos diz o que acabou de acontecer. A primeira olha para o futuro e a segunda para o passado recente.

Dito isto, o seguinte gráfico mostra vários países classificados por seu CAPE, sendo um múltiplo popularizado pelo Professor Shiller e nos ajuda a ver quais podem estar subvalorizados.

Os seguintes são os gráficos com média móvel de 12 meses para os últimos 4 países que têm o menor CAPE. O que o indicador técnico está tentando nos dizer é a possível tendência do ETF.

Podemos ver de forma simples e rápida que apenas Brasil e Polônia estão acima de sua média móvel e com altas probabilidades de ter uma tendência positiva. A Turquia está em um ponto decisivo querendo quebrar sua recente tendência de baixa. Enquanto isso, a China teve vários falsos positivos para cima, mas nenhum conseguiu quebrar a tendência de baixa.

O denominador comum de todos esses países é que são emergentes. Atualmente, existem muitas perguntas sobre como investir na Ásia ou em mercados emergentes, mas excluindo a China. Investir usando ETFs por país nos dá essa flexibilidade e também nos permite focar naqueles com maior probabilidade de recuperação.

👉Se você está interessado em saber mais sobre Investir em ETFs que seguem o MSCI Emerging, aqui está um artigo.

Top 5 Melhores ETFs de Países

A seguinte é uma lista dos ETFs de países que tiveram melhor desempenho nos últimos 3 anos:

PaísETF NomeTickerTERRentabilidade 3 anos
MéxicoXtrackers MSCI Mexico UCITS ETF 1CD5BI0.65%110.18%
Arábia SauditaiShares MSCI Saudi Arabia Capped UCITS ETF USD (Acc)IUSS0.60%68.34%
ÍndiaXtrackers Nifty 50 Swap UCITS ETF 1CDBX70.85%65.31%
FrançaXtrackers CAC 40 UCITS ETF 1DDX2G0.20%59.73%
ItáliaiShares FTSE MIB UCITS ETF (Acc)SXRY0.33%56.79%

*Esses ETFs podem ser contratados através da Interactive Brokers

cnta demo ibkr

👉Se você está interessado em conhecer os Melhores ETFs para investir, aqui tem um artigo.

A seguir, analisaremos os três primeiros ETFs, ou seja, aqueles que tiveram o melhor desempenho em 3 anos.

Xtrackers MSCI Mexico UCITS ETF 1C

Este ETF segue o índice MSCI México que tem em carteira empresas de grande e médio porte.

Ele usa um método de réplica física completa. Sua moeda base é o USD e não tem cobertura de moeda. Está domiciliado em Luxemburgo e sua política de dividendos é de acumulação. Sua volatilidade anual foi de 21.29%

As seguintes são suas principais posições em carteira:

E este gráfico mostra sua distribuição setorial:

iShares MSCI Saudi Arabia Capped UCITS ETF USD (Acc)

O ETF tenta replicar o índice MSCI Saudi Arabia 20/35 que cobre 85% do mercado local, com um teto máximo para a maior posição de 35%, e o restante das empresas em 20%.

Ele usa um método de replicação física completa. Sua moeda base é o USD e não tem cobertura de moeda. Está domiciliado na Irlanda e sua política de dividendos é de acumulação. Teve uma volatilidade anual de 16.19%.

A seguir, uma decomposição setorial de seu portfólio:

E estas são as principais posições:

Xtrackers Nifty 50 Swap UCITS ETF 1C

O ETF segue o índice Nifty 50 que tem as 50 maiores empresas da Índia nos 22 setores de sua economia.

Segue uma réplica sintética com swaps não financiados. Não tem cobertura de moeda e sua moeda base é o USD. Está domiciliado em Luxemburgo e sua política de dividendos é de acumulação. Sua volatilidade anual foi de 13.23%

Top 5 Piores ETFs de Países

Talvez a próxima lista não seja a favorita de muitos e passe despercebida, mas lembre-se que nos mercados financeiros existe a reversão à média e muitas vezes aqueles que tiveram retornos ruins podem ter altas probabilidades de recuperar.

Os ETFs são filtrados pelos retornos dos últimos 3 anos.

PaísETF NomeTickerTERRentabilidade 3 anos
ChinaiShares MSCI China UCITS ETF USDIS4T0.28%-32.83%
MalásiaXtrackers MSCI Malaysia UCITS ETF 1CXCS30.50%-9.49%
FilipinasXtrackers MSCI Philippines UCITS ETF 1CXPQP0.65%12.50%
TailândiaXtrackers MSCI Thailand UCITS ETF 1CXCS40.50%13.27%
PolôniaiShares MSCI Poland UCITS ETF USD (Acc)IBCJ0.74%16.40%

Podemos ver que dois dos ETFs com pior retorno em 3 anos foram China e Polônia. Ambos aparecem nos gráficos de tendência acima, o primeiro com tendência de baixa ainda, e o segundo com tendência de alta, e também com a avaliação por CAPE mais baixa. Para aqueles que seguem estratégias de tendência, momentum ou swing, eles podem ser candidatos a prestar atenção.

Como investir nos Melhores ETFs por países e outras alternativas que os incluem

  • Com Roboadvisors:
  • Com neobancos ou fintech:
  • Com corretoras internacionais

FAQs

Riscos de Investir em ETFs de Países

Dependendo do país, se for um emergente, terá maior volatilidade e maior risco, representado por instabilidade política, corrupção, um estado de direito duvidoso e conflitos sociais.

Existem ETFs para Todos os Países?

Geralmente, sim, embora para alguns países você só encontrará um único ETF. Também pode haver algum país que talvez não tenha, mas não é o habitual.

Países com maior capitalização de Mercado

Assim como qualquer ETF concentrado em algo, depende do que escolhemos, do momento em que o compramos e, obviamente, da estratégia que estamos usando. Este tipo de ETFs por país não funcionam muito bem em carteiras indexadas porque o risco de concentração adiciona risco de aleatoriedade e retornos subsequentes ao portfólio. É melhor usá-los em estratégias de rotação.

Mercado:

Europa, USA, Ásia

Corretora confiável com 1,54 milhão de contas de clientes e capital de US$ 10,01 bilhões, listada na Nasdaq.

Comissões baixas e melhor execução de preços possíveis graças ao sistema IB SmartRoutingSM.

Plataformas e ferramentas de negociação gratuitas – poderosas o suficiente para traders profissionais, mas projetadas para todos.

Depósito minimo:

R$0.00

Artigos Relacionados