Melhores ETFs para investir no Setor Financeiro

Os ETFs são uma alternativa para investir em um setor tão específico quanto o financeiro e assim captar sua evolução futura.

Vale a pena ressaltar que o setor financeiro é amplo. É composto por bancos, companhias de seguros gerais, de vida, de crédito, gestoras de fundos de investimento e empresas de serviços de investimento em geral. Cada uma dessas empresas, apesar de ter em comum uma sensibilidade a certos fatores econômicos, como as taxas de juros, também apresenta diferenças (por exemplo, o risco de um banco comercial não é o mesmo que o de um banco de investimento, nem é a alavancagem financeira utilizada).

Por esse motivo, ter exposição a diferentes empresas deste setor pode ser interessante dentro de alguma estratégia de investimento, e os ETFs facilitam esse trabalho.

Como é composto o setor financeiro?

Como mencionei nos primeiros parágrafos deste artigo, o setor financeiro inclui diferentes tipos de empresas em diferentes indústrias. Principalmente, bancos de diferentes tipos, seguradoras de diferentes tipos e outros serviços financeiros.

A imagem a seguir nos mostra as indústrias e subindústrias em que este setor é dividido.

O gráfico a seguir mostra a evolução dos pesos que cada indústria teve ao longo dos anos. A mudança mais importante ocorreu em 2016, quando a indústria de Real Estate saiu do setor Financeiro e criou seu próprio setor onde estão os REITs.

Outra mudança importante é que o peso dos bancos, que inclui diversificados como JPMorgan e regionais como o falecido Silicon Valley Bank, cresceu mais do que o dobro nos últimos 10 anos.

Outro aspecto interessante é a exposição que o setor financeiro tem ao fator value e growth. Isso pode ser visto no gráfico a seguir:

O fator Value ou múltiplos baixos é o que tem maior dominância nos três intervalos de capitalização. É por isso que usar o PER e o PBV serve bem para uma análise rápida dentro deste setor na maioria das vezes.

Melhores ETFs para investir no Setor Financeiro

Eu escolhi ETFs que têm exposição ao setor financeiro de diferentes zonas geográficas e que tiveram os melhores retornos acumulados nos últimos 3 anos.

Como alguns ETFs seguem o mesmo índice, então eu só selecionei um ETF por índice e foram aqueles que tiveram melhor retorno em 3 anos.

ETFTickerTER3a%ISIN
Lyxor EURO STOXX Banks (DR) UCITS ETF – AccLYBK0,3098,13LU1829219390

Xtrackers MSCI Europe Financials ESG Screened UCITS ETF 1C

XS7R0,2074,46LU0292103651
SPDR MSCI Europe Financials UCITS ETFSPYZ0,1864,87IE00BKWQ0G16
Lyxor MSCI World Financials TR UCITS ETF – Acc (EUR)LYPD0,3052,35LU0533032859

iShares S&P 500 Financials Sector UCITS ETF (Acc)

QDVH0,1549,12IE00B4JNQZ49

Lyxor EURO STOXX Banks (DR) UCITS ETF – Acc

O ETF busca seguir o índice MSCI World Financials que tem em carteira ações do setor financeiro de mercados desenvolvidos.

Ele tem uma réplica sintética e sua moeda base é o EUR. Não tem cobertura de moeda.

Está domiciliado em Luxemburgo e sua política de dividendos é de acumulação. Sua volatilidade anual é de 16,44%

A seguir é a sua distribuição por países:

E estas são suas principais posições:

Conclusões

Existem diferentes índices de mercado relacionados ao setor financeiro, tanto geograficamente quanto por tipos de empresa ou indústria dentro do mesmo setor. Portanto, devemos observar qual índice se ajusta às nossas necessidades e a partir daí selecionar o que tem o menor Tracking Error, juntamente com as menores comissões possíveis.

Em qualquer caso, dada a sua liquidez e diversificação, os ETFs são uma boa ferramenta para investir no setor.

Mercado:

Europa, USA, Ásia

Corretora confiável com 1,54 milhão de contas de clientes e capital de US$ 10,01 bilhões, listada na Nasdaq.

Comissões baixas e melhor execução de preços possíveis graças ao sistema IB SmartRoutingSM.

Plataformas e ferramentas de negociação gratuitas – poderosas o suficiente para traders profissionais, mas projetadas para todos.

Depósito minimo:

R$0.00

Artigos Relacionados

Melhores ETFs Temáticos
Os ETFs temáticos têm pouco mais de 10 anos de negociação nos mercados, mas não foi até a pandemia que se tornaram populares e todo mundo queria investir neles. Portanto, seus fluxos de entrada quase quadruplicaram desde 2019, e embora tenham caíd...