Diferenças entre cobertura e arbitragem de Trading

Nas finanças, na economia e nos investimentos, a cobertura e a arbitragem são estratégias essenciais. Enquanto a cobertura procura limitar o risco apostando em direcções opostas, a arbitragem centra-se na capitalização dos desequilíbrios de preços entre diferentes mercados para o mesmo bem.

Introdução à cobertura e arbitragem

Na área financeira é fundamental compreender e aplicar estratégias para otimizar lucros e mitigar riscos. Duas dessas estratégias principais são hedge e arbitragem.

Definição e conceito de cobertura e arbitragem na área financeira

O hedge, em essência, é uma técnica utilizada pelos investidores para reduzir o risco de movimentos adversos do mercado. Isto é conseguido assumindo uma posição no mercado oposta à que já possuem, ou seja, se tiverem um investimento de longo prazo num activo, podem assumir uma posição de curto prazo no mesmo ou num activo relacionado para proteger-se contra possíveis perdas.

Por outro lado, a arbitragem é uma estratégia que busca aproveitar as discrepâncias de preços de um mesmo ativo em diferentes mercados. Os traders compram o ativo no mercado onde é mais barato e vendem-no no mercado onde é mais caro, obtendo assim um lucro sem risco.

Importância e objetivos da cobertura e arbitragem em Trading e investimentos

A importância destas estratégias reside na sua capacidade de proporcionar uma camada de segurança num mundo financeiro inerentemente volátil. Embora a cobertura ajude os investidores a proteger os seus investimentos contra mudanças imprevistas no mercado, a arbitragem permite-lhes capitalizar as ineficiências do mercado para obter lucros.

O objetivo principal do hedge é a preservação do capital. Os investidores não procuram necessariamente obter grandes lucros com esta técnica, mas sim proteger-se contra potenciais perdas. Em contrapartida, a arbitragem procura obter lucros sem risco, aproveitando as diferenças de preços entre os mercados.

Diferenças entre hedge e arbitragem

Embora o hedge e a arbitragem sejam técnicas utilizadas no mundo financeiro para otimizar lucros e reduzir perdas, elas têm focos e finalidades diferentes. Enquanto a cobertura se centra na gestão do risco, a arbitragem centra-se no aproveitamento das discrepâncias de preços entre os diferentes mercados.

Objetivo e abordagem de hedge na gestão de risco

O hedge é usado principalmente como uma ferramenta de proteção contra perdas potenciais. O seu objetivo é reduzir a exposição a movimentos desfavoráveis de preços num determinado ativo ou investimento. Investidores e empresas recorrem ao hedge quando desejam garantir um preço específico para um ativo ou desejam mitigar o risco de alterações nas taxas de juros, taxas de câmbio, entre outros fatores. A ideia é que as perdas numa posição sejam compensadas pelos ganhos noutra, permitindo a estabilização do valor do investimento.

Exemplo de cobertura

Imaginemos uma empresa que espera receber 1 milhão de euros no prazo de 6 meses para uma exportação, mas que atualmente opera principalmente em dólares americanos. A empresa teme que o euro possa desvalorizar em relação ao dólar nesse período. Para se proteger contra esse risco, você decide celebrar um contrato futuro para vender 1 milhão de euros à taxa de câmbio atual de 1,10 USD/EUR em 6 meses.

Situações possíveis:

  • Dentro de 6 meses: A taxa de câmbio cai para 1,05 USD/EUR. Sem a cobertura, a empresa teria recebido US$ 1.050.000 (1 milhão x 1,05). Mas graças à cobertura, a empresa ainda recebe 1.100.000 USD (1 milhão x 1,10).
  • Dentro de 6 meses: A taxa de câmbio sobe para 1,15 USD/EUR. Sem a cobertura, a empresa teria recebido US$ 1.150.000. Porém, devido à cobertura, ele ainda recebe apenas 1.100.000 USD.

Neste caso, a empresa sacrificou o potencial de lucros mais elevados para se proteger contra a possibilidade de uma taxa de câmbio menos favorável.

Papel e estratégia da arbitragem para aproveitar oportunidades de preços

A arbitragem baseia-se na identificação e capitalização de desequilíbrios de preços de um mesmo ativo em diferentes mercados.

Um trader que pratica arbitragem compra um ativo no mercado onde tem um preço mais baixo e, simultaneamente, vende esse mesmo ativo noutro mercado onde tem um preço mais alto, obtendo assim um lucro sem risco.

É importante ressaltar que estas oportunidades são muitas vezes de curta duração, uma vez que as forças do mercado tendem a corrigir rapidamente estes desequilíbrios. Portanto, a arbitragem muitas vezes requer acesso a tecnologia avançada e dados em tempo real para agir rapidamente.

Exemplo de Arbitragem

Suponha que uma ação da empresa XYZ seja negociada em duas bolsas diferentes:

  • Na ação A: A ação está sendo negociada a $ 50.
  • Na Bolsa B: A ação está sendo negociada a US$ 52.

Um trader que identifique esta discrepância poderia executar uma negociação de arbitragem comprando as ações na Bolsa A e vendendo-as simultaneamente na Bolsa B.

Operação:

  • Compre 100 ações da Ação A por 5.000 USD (100 x 50 USD).
  • Venda as mesmas 100 ações na Bolsa B por US$ 5.200 (100 x US$ 52).

Lucro líquido: 5.200 USD – 5.000 USD = 200 USD.

Este benefício é obtido sem risco uma vez que as transações são realizadas simultaneamente, eliminando o risco de movimentação no preço das ações.

Aplicação e exemplos de hedge e arbitragem no mercado

Hedge e arbitragem são técnicas amplamente utilizadas por investidores, empresas e traders para proteger e maximizar seus retornos. Embora ambos os conceitos tenham finalidades diferentes, a sua correta implementação pode ter um impacto significativo no desempenho financeiro. Vamos explorar alguns exemplos práticos dessas estratégias na área financeira.

Casos práticos de cobertura em diferentes instrumentos financeiros

  • Cobertura com Futuros : Um agricultor espera colher 10.000 alqueires de milho em 6 meses. No entanto, ele teme que o preço do milho possa cair até lá. Para se proteger, você vende um contrato futuro de milho ao preço atual de US$ 5 por bushel. Se o preço cair para US$ 4, você ainda receberá US$ 5 por bushel graças ao contrato futuro.
  • Cobertura com Opções : Um investidor possui ações da ABC Company, que estão atualmente sendo negociadas a US$ 100. Para se proteger contra uma possível desvantagem, você compra uma opção de venda com preço de exercício de $ 95 e data de vencimento em 3 meses. Se o preço cair para US$ 85, você ainda poderá vender suas ações por US$ 95 graças à opção de venda.
  • Cobertura com Swaps : Uma empresa possui um empréstimo com taxa variável, mas quer se proteger contra possíveis aumentos nas taxas de juros. Assim, você entra em um swap de taxa de juros onde troca pagamentos de taxa variável por pagamentos de taxa fixa com outra entidade.

Exemplos de oportunidades de arbitragem e como elas são executadas em diferentes cenários

  • Arbitragem cambial: Um trader observa que o USD/EUR está sendo negociado a 1,10 no mercado de Londres e a 1,12 no mercado de Tóquio. O comerciante compra euros em Londres e simultaneamente os vende em Tóquio, beneficiando da diferença nas taxas de câmbio.
  • Arbitragem de Índice : Um índice composto por 50 ações tem um preço de US$ 1.000, mas o trader calcula que comprar cada ação individualmente custa US$ 990 no total. O trader compra todas as ações individualmente e vende o índice, obtendo um lucro certo de US$ 10.
  • Arbitragem Estatística : Duas ações, A e B, historicamente tiveram preços altamente correlacionados. Se o preço de A subir dramaticamente enquanto B permanecer inalterado, um trader poderia comprar B e vender A, esperando que B suba ou A caia para retornar ao seu relacionamento histórico.

Estes exemplos demonstram a versatilidade e aplicabilidade das estratégias de cobertura e arbitragem em diferentes situações de mercado e como podem ajudar os intervenientes no mercado a protegerem-se e a capitalizarem oportunidades.

Tickmill

8/ 10

Mercado:

Europa, USA, Ásia

Execução rápida sem recotações, todas as estratégias de negociação permitidas.

Spreads desde 0.0 pips

Regulado por la FSA

*Tickmill não é regulada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) no Brasil. Não realizamos nenhuma atividade de marketing ativo nem oferta pública de valores para residentes no Brasil.

Depósito minimo:

R$508.39

Artigos Relacionados

Melhores Cursos de Trading no Brasil
Atualmente, a popularização dos investimentos tem impulsionado uma crescente busca por conhecimento no mundo do trading. Investidores de todos os níveis estão percebendo a importância de uma formação especializada e sólida para tomar decisões m...