Cálculo do ROE com o sistema Dupont

Conhecer a rentabilidade de uma empresa é essencial para compreender o seu desenvolvimento e eficácia ao longo do tempo. Além disso, permitirá que certas decisões sejam tomadas com base nos resultados obtidos, sejam eles positivos ou negativos.

Nesse sentido, o Sistema Dupont é um dos principais índices financeiros para detalhar a lucratividade e/ou desempenho do negócio (ROE).

Da mesma forma, contribui para a análise da margem de eficiência da empresa, entre outras qualidades de interesse.

Consequentemente, sua aplicação é mais relevante do que parece e, hoje, é um dos cálculos matemáticos mais utilizados. Diante disso, vamos nos aprofundar mais sobre isso, como tal.

O que é o Sistema Dupont?

O Sistema Dupont, ou também conhecido como análise, relatório, método ou modelo Dupont, é um índice financeiro que quantifica e relaciona três elementos práticos: margem líquida , giro de ativos e multiplicador de ativos ou alavancagem financeira .

Através deles, é revelado não só o nível de rentabilidade da empresa, mas também o seu desempenho económico e laboral. Em outras palavras, Dupont determina se a empresa está efetivamente utilizando seus recursos para obter lucro. Ou, na falta disso, se a sua atividade financeira estiver gerando prejuízos.

Quais são as características do método Dupont?

O método Dupont anda de mãos dadas com cinco características que resumem o seu funcionamento e aplicação:

  • Descreve o índice de rentabilidade de uma empresa e fornece uma visão ampliada para a tomada de decisões financeiras;
  • Baseia-se em rácios ou critérios contabilísticos , pelo que esta informação deve ser fiável para não alterar o resultado final;
  • Como já mencionamos, baseia-se em três aspectos, como margem líquida, rotação de ativos e alavancagem financeira.
  • Através de tais aspectos é possível concluir se a empresa está ou não utilizando efetivamente seus recursos para alcançar um bom índice de vendas.
  • Por fim, é um método que proporciona uma dupla perspetiva, uma vez que analisa a Demonstração dos Resultados em conjunto com a Demonstração da Situação Financeira.

Variáveis que estruturam o Sistema Dupont

O Sistema Dupont reúne os elementos responsáveis pelo crescimento econômico de uma empresa para determinar o nível de eficiência que ela está utilizando para seus ativos, seu capital de giro e alavancagem financeira, por meio de um diagrama-fórmula como o seguinte:

Variáveis Sistema Dupont

Assim, podemos reunir os elementos do sistema Dupont em três variáveis, já discutidas nos parágrafos anteriores:

  • Margem de lucro líquido : é um indicador cujo resultado é o percentual líquido de lucro, em média, de cada venda realizada. Se essa margem for boa é possível obter alta rentabilidade sem vender um grande volume de produtos.

Para atingir a margem líquida, o lucro líquido deve ser dividido pelas vendas, após deduzidos os custos envolvidos.

  • Rotatividade do ativo total da empresa : número de vezes por ano que os ativos foram movimentados para obtenção de rendimentos. Ao contrário do anterior, ocorre quando uma empresa tem uma margem menor, mas é compensada pela grande quantidade de produtos que comercializa e, consequentemente, pela boa gestão dos seus ativos.

O resultado do giro total do ativo da empresa é o produto da divisão das vendas entre os ativos contábeis.

  • Alavancagem financeira : consiste na possibilidade de financiar investimentos sem possuir recursos próprios. Para funcionar, a empresa necessita de activos e estes podem ser financiados por capitais próprios (contribuição de sócios) ou recorrendo a empréstimos de terceiros. Quanto maior o capital financiado, maiores também serão os custos financeiros, o que afeta diretamente a rentabilidade gerada pelos ativos.

Por sua vez, a alavancagem financeira é secundária em relação à divisão dos ativos entre os capitais próprios, o que dá um resultado específico .

Qual é a fórmula do Sistema Dupont?

Já conhecendo as variáveis utilizadas no Sistema Dupont, podemos agora entender seu cálculo de forma mais simples:

Como se pode verificar, o primeiro fator (Lucro líquido/Vendas) corresponde à primeira variável, a margem de lucro líquido; a segunda, à rotação do ativo total; e o terceiro fator coincide com a alavancagem financeira.

Outra maneira de ver a fórmula do Sistema Dupont é:

ROE = Lucro Líquido / Vendas x Vendas / Ativo x Ativo / Recursos Próprios

  • O lucro líquido é chamado de “lucro líquido”
  • A partir desta fórmula, a rentabilidade financeira ou ROE pode ser analisada separando-a em três índices.

Fórmula expandida do sistema Dupont

A fórmula expandida do Sistema Dupont incorpora outros índices para uma análise lucrativa de outro ângulo: Em essência, temos:

Onde BAT é o lucro antes do pagamento de impostos e BAIT, a margem de lucro após juros e impostos.

Da mesma forma, vale destacar os quatro elementos que a fórmula incorpora:

  • Lucro líquido/BAT : quantifica ou mede o impacto do total de impostos já pagos em relação ao lucro da empresa.
  • Ativo/Patrimônio x BAT/BAIT : cujo valor resultante é o reflexo da alavancagem financeira.
  • BAIT/Vendas: é o coeficiente que determina a Margem BAIT ou margem operacional, cuja função é sustentar o nível de rentabilidade adquirido antes do pagamento de juros e impostos.
  • Vendas/Ativos : coeficiente que quantifica o giro dos ativos.

Em termos gerais, é uma fórmula aplicada de forma mais aprofundada para ter em conta o impacto dos juros e impostos na rentabilidade das empresas. Por exemplo, se a taxa de imposto for aumentada, o seu efeito é inversamente proporcional ao lucro líquido; isto é, diminui com a sua participação.

Como o Sistema Dupont é interpretado?

O Sistema Dupont funciona com pesos ou porcentagens. Ou seja, o resultado final da fórmula dá valores percentuais que indicam o quão lucrativa a empresa é.

Como você pode imaginar, um percentual mais alto significa que a empresa é lucrativa em suas vendas e ativos. Quanto mais baixo, simboliza um nível ou margem de rentabilidade limitada, o que merecerá a aplicação de estratégias e tomadas de decisão para incentivar a sua ascensão.

Vantagens e desvantagens do Sistema Dupont

À semelhança de qualquer outro rácio financeiro, o Sistema Dupont é revestido por uma série de vantagens e limitações devidamente diagnosticadas:

Benefícios do método Dupont

A principal vantagem do Sistema Dupont é que ele permite à empresa dividir seu retorno sobre o patrimônio líquido em diferentes componentes, para que os proprietários possam analisar o retorno total da empresa em diversas dimensões.

Desta forma, e comparando com a média ou com outras empresas do setor, é possível descobrir onde a empresa tem problemas.

Entre outros benefícios, é reconhecido como um cálculo simples, tanto manual quanto informatizado, cujo resultado é de fácil interpretação e análise.

Quais são as limitações do Sistema Dupont?

As limitações do Sistema Dupont andam de mãos dadas com os dados contábeis utilizados para seu cálculo. Se não forem confiáveis, precisos ou atualizados, o resultado final não será confiável.

Além disso, e embora seja verdade que abre caminho para a resolução dos problemas financeiros da empresa, não informa as ações a seguir ou o que exatamente mudar para que o negócio prospere. Portanto, o Sistema Dupont deve ser analisado cuidadosamente em relação a outros índices financeiros.

Conclusão

Como você pode ver, o Sistema Dupont é um método interessante para conhecer a rentabilidade da empresa e os fatores que nela intervêm, para que seja mais fácil detectar problemas de eficiência e rentabilidade, a fim de encontrar uma solução viável a favor do empresa Desenvolvimento corporativo.

Artigos Relacionados

Deixar uma Resposta

Leave a Comment

Sii il primo a commentare!
Commento