Demanda e Oferta Agregada: Cálculo e Significado

Neste post são definidas a demanda agregada e sua importância na economia. Talvez se ouça falar com frequência, mas pouco se entende, por isso, de forma simples, este artigo define a demanda agregada e a oferta , como foi calculada e a importância do desenvolvimento e da interação entre oferta e demanda agregada no mercado.

A demanda agregada nada mais é do que o total de bens e serviços que um país demanda em um determinado período de tempo e a preços fixos. Muitas vezes é confundido com PIB e utilizado como sinônimo, pois medem praticamente a mesma coisa.

O que é demanda agregada?

A procura agregada é a soma das despesas de todos os bens e serviços que as empresas, o Estado e os consumidores estão dispostos a pagar a um determinado preço. A procura agregada (AD) é a quantidade total de bens e serviços adquiridos num período de tempo pelos agentes que compõem uma economia (famílias, empresas, instituições sem fins lucrativos, administrações públicas e setor externo).

Conceito de Demanda Agregada em Economia

Definir e compreender o que é a procura agregada permite-nos reconhecer a sua importância no domínio dos produtos e serviços da economia.

A melhor forma de sintetizar esse conceito é por meio de sua fórmula ou equação, conforme ilustrado a seguir.

DA= C + I + G + (XM)

  • AD=demanda agregada
  • C=Consumo
  • Eu=Investimento
  • G= Gastos públicos
  • (XM)= Exportações líquidas

Consumo privado: é entendido como consumo privado, ou seja, o gasto que os consumidores realizam para ter acesso à posse de um bem ou serviço.

Investimento:Está relacionado com ações de empresas, investimentos em máquinas, edifícios, entre outros.

Despesas públicas: referem-se às despesas que são realizadas pelo Estado e pelas administrações públicas.

Exportações líquidas: é a relação entre duas variáveis, importação e exportação. O resultado é obtido subtraindo das exportações que um país realiza as importações de produtos e serviços de que necessita para o seu dia a dia.

Em resumo, a procura agregada refere-se à quantidade total de produção realizada num país que os agentes económicos desejam e podem comprar durante um determinado período.

Qual é a oferta agregada?

A oferta agregada é um indicador macroeconómico que reflete a quantidade de bens e serviços que as empresas de um país são capazes de produzir e vender durante um determinado período de tempo e a um determinado nível de preços.

Conceito de oferta agregada em economia

A oferta agregada é uma estimativa da produção que será gerada na economia de um país em um determinado período. A oferta agregada é a quantidade total de bens e serviços que as empresas estão dispostas a produzir e vender durante um período de tempo. De certa forma, a oferta agregada é uma expectativa de produção, a quantidade que as empresas pretendem produzir e vender num determinado período de tempo. Ou seja, a oferta agregada é uma estimativa global da produção de uma economia.

O termo agregado refere-se à oferta global, à oferta total de todos os bens e serviços oferecidos em todos os mercados, tomando como preço, não o preço de um único bem, mas o preço médio de todos os bens (nível de preços) que são trocados. na economia de um país.

A oferta agregada também é representada como uma curva em que o eixo vertical apresenta os preços e o eixo horizontal apresenta a produção. A curva cresce à medida que o nível de preços aumenta, embora seja influenciada por outros factores, tais como expectativas de crescimento económico e custos de produção.

Cálculo da Demanda Agregada

Para calcular a demanda agregada, normalmente são utilizadas as mesmas fórmulas usadas para calcular a demanda agregada. Indicador económico do PIB . De qualquer forma, a demanda agregada está ligada aos gastos, portanto é calculada pelo sistema de produtos , ou seja, na perspectiva do que a sociedade gasta. Para isso, são levados em consideração os gastos dos indivíduos ou famílias, o que é gasto em investimentos, as exportações líquidas, ou seja, a diferença entre importações e exportações e os gastos das administrações.

Como é calculada a Procura Agregada adicionando componentes como o consumo privado, o investimento, a despesa pública e as exportações líquidas?

Para compreender o cálculo da Procura Agregada, esta deve ser representada através de um exemplo hipotético que nos permita ilustrar as suas componentes e a soma destas para o seu cálculo.

Desta forma, a fórmula da procura agregada seria a seguinte:

DA = C + I + G + (X – M)

Onde os componentes da demanda agregada seriam:

  • C: Consumo: gastos familiares com serviços e bens = 100
  • I: Investimento: refere-se aos investimentos das empresas = 80
  • G: Despesa Pública: aquisição feita pelo Estado e suas administrações=70
  • X: Exportações: itens ou serviços produzidos em um país e adquiridos por outros = 90
  • M: Importação: bens e serviços produzidos por outro país e adquiridos por residentes de outro =50

Tendo em conta as características acima representadas, procedemos ao cálculo da procura agregada através da fórmula:

DA = C + I + G + (X – M)

DA = 100+ 80+ 70 + (90 – 50)

AD = Demanda interna + exportações líquidas

DA = 250+ 40

DA = 290

Segundo os dados anteriores, a procura agregada é o resultado da soma dos valores consumidos, do investimento, da despesa pública e das exportações líquidas, ou seja, da diferença entre exportações e importações.

Cálculo da Oferta Agregada

O conceito de Oferta Agregada refere-se em macroeconomia à produção que as empresas estariam dispostas a vender com base em um nível de preços , determinados custos e determinadas expectativas de negócio.

Para determinar a Oferta Agregada é fundamental ter em conta três fatores que determinam o seu valor:

  • Preços: se os preços subirem, os lucros também tenderão a subir, enquanto se os lucros caírem, farão o mesmo.
  • Custos de produção: determinam a produção de uma unidade adicional, de modo que as somas dos diferentes custos determinam o custo total.
  • Oferta agregada: é a quantidade total de bens e serviços que os produtores de um país estão dispostos e são capazes de oferecer e vender num determinado período, dependendo do nível de preços, da capacidade produtiva das empresas e dos custos de produção.

Por outro lado, da abordagem do rendimento, a oferta agregada equivale, então, ao rendimento monetário recebido pelos proprietários dos factores de produção ou dos factores de produção que entram na produção. A curva de oferta agregada mostra o nível do produto interno real obtido em diferentes níveis de preços possíveis, sendo todo o resto mantido constante.

Significado e relação entre demanda e oferta agregada

El mercado está representado por la oferta y la demanda agregada, la interacción entre la oferta y la demanda agregada determinan el nivel de precios de la economía , por ejemplo, el movimiento de la demanda agregada, eleva el gasto del consumidor y con ello se eleva a produção. Ou seja, a variação de um afeta o comportamento do outro, pois determina o nível de preços de mercado.

O quadro agregado de oferta e procura é um instrumento útil para determinar o equilíbrio do produto e o nível de preços. O equilíbrio do mercado de produtos é dado pela intersecção da curva de procura agregada e da curva de oferta agregada . Por outras palavras, a economia funcionará nos níveis de produção e de preços determinados pelo equilíbrio da oferta e da procura agregadas. Este equilíbrio também determinará o nível de emprego na economia.

Fatores que afetam a demanda e a oferta agregada

As variáveis agregadas de oferta e demanda são afetadas por uma série de fatores. Do lado da oferta, os fatores que a afetam são:

  • Variação nos custos de produção
  • Fatores climáticos
  • Expectativas de negócios
  • A tecnologia
  • Políticas governamentais

Do lado da demanda agregada, entre os fatores que a afetam estão:

  • Nível de preços de bens substitutos ou complementares
  • Os gostos
  • Renda disponível
  • Preferências do consumidor

Identificação e explicação dos principais fatores que influenciam a Procura Agregada e a Oferta Agregada

Entre os fatores que afetam a demanda estão:

  • Custos de produção: É a soma do custo dos fatores de produção e do custo da combinação de fatores como tecnologia, mão de obra, entre outros.
  • Fatores climáticos : Quando se trata de produção agrícola, as mudanças no clima afetam a produção destes produtos.
  • Expectativas dos empresários: a oferta agregada também determina os objetivos do negócio.

Por sua vez, os fatores que afetam a demanda agregada são:

  • Preços de bens relacionados: a variação de bens substitutos ou complementares afeta a variação da demanda por produtos relacionados.
  • Renda disponível: A renda disponível determina o orçamento para comprar, portanto condiciona a demanda em função dos níveis de renda e sua variação.
  • Preferências do consumidor: Os gostos ou preferências do consumidor determinam o comportamento da demanda por alguns produtos e serviços.

A política fiscal são as decisões que os governos tomam em relação às suas receitas e despesas, a fim de influenciar o desempenho da economia. Enquanto a política monetária busca manter o poder de compra e contribuir para o bem-estar da população.

Do ponto de vista macroeconómico, é importante ter em conta a utilização de políticas fiscais e monetárias, bem como analisar a variação da oferta e da procura agregada, que afeta o nível de preços, bem como variáveis como o crescimento, o desemprego. , inflação.

Importância da Procura e da Oferta Agregada na Política Económica

As políticas económicas são medidas ou instrumentos utilizados pelos governos para implementar soluções para algumas necessidades sentidas pelas economias e pelos países em geral. A procura e a oferta agregadas determinam o seu comportamento e é a partir desse contexto que se estabelecem as políticas económicas, sejam elas locais ou nacionais.

As políticas económicas acabam por ser aquelas diretrizes e orientações através das quais o Estado regula e orienta o processo económico de um país, tendo em conta as variações da oferta e da procura agregadas. Pois bem, os critérios e estratégias de desenvolvimento são definidos de acordo com a situação temporal ou estrutural da economia.

Análise da relevância da Procura e da Oferta Agregada na formulação de políticas económicas

Se for realizada uma boa análise da procura e da oferta agregadas, podem ser formuladas boas políticas económicas que possam estabilizar ou fazer crescer a economia. A contracção da procura em consequência de uma recessão exige certas medidas fiscais e monetárias e por sua vez o seu diagnóstico permite-nos conhecer a realidade que surge e a partir daí formular soluções baseadas em políticas económicas que contrariem a situação específica que surge.

Por exemplo, uma política monetária restritiva para corrigir a inflação, ou expansiva se for o contrário. A política econômica acaba sendo aquela ação e decisão que o governo acaba tomando para atingir alguns objetivos macroeconômicos.

Mercado:

Europa, USA, Ásia

Corretora confiável com 1,54 milhão de contas de clientes e capital de US$ 10,01 bilhões, listada na Nasdaq.

Comissões baixas e melhor execução de preços possíveis graças ao sistema IB SmartRoutingSM.

Plataformas e ferramentas de negociação gratuitas – poderosas o suficiente para traders profissionais, mas projetadas para todos.

Depósito minimo:

R$0.00

Artigos Relacionados

Small Caps: definição e como investir
As “small caps” são empresas listadas cuja capitalização de mercado é considerada pequena em relação a outras empresas listadas no mercado. Com base na capitalização de mercado, temos as “small cap”, as “mid cap” e as “large cap”, sendo as “small ...

Deixar uma Resposta

Leave a Comment

Sii il primo a commentare!
Commento