O que é Track Record em finanças?

O “track record” refere-se ao histórico ou registro de desempenho de um indivíduo, empresa, fundo de investimento ou qualquer outra entidade em particular. No âmbito financeiro, o track record é especialmente relevante para avaliar a trajetória e o sucesso de um gestor de investimentos, um fundo ou uma estratégia de investimento.

Quando ouvimos o termo “track record”, na maioria dos casos estamos falando de um conceito usado principalmente no mundo das finanças e, especialmente, no da investimento em bolsa. No entanto, devemos salientar, antes de tudo, que estamos falando de um conceito que pode ser aplicado em uma infinidade de campos e disciplinas.

Em essência, este termo, proveniente do inglês, refere-se à trajetória ou histórico de desempenho de um indivíduo, uma organização, um produto ou um serviço. No entanto, o track record do qual falamos neste artigo é aquele que se refere à trajetória, ou seja, ao histórico de operações de bolsa e rentabilidades de uma empresa, de um gestor de investimentos, bem como de outros agentes econômicos que operam na bolsa de valores.

Vamos imaginar por um momento que estamos pensando em investir em uma empresa, ou considerando confiar nossas economias ao gestor de um fundo de investimento. Em ambos os casos, o conceito de “track record” ganha especial relevância.

O track record de uma empresa, por exemplo, pode abranger aspectos como seu histórico de rentabilidade, o crescimento das receitas, a expansão de seu mercado, a inovação aplicada ao seu produto, bem como outras variáveis que nos permitem entender como a empresa se comportou no passado e ao longo do tempo. Com este track record, ou seja, com o histórico da empresa, podemos avaliar se é, ou não, uma boa decisão investir na empresa.

Por outro lado, se analisarmos o track record de uma pessoa, como poderia ser o gestor do fundo de investimento em que estamos interessados, o que estamos analisando é o histórico de conquistas e rentabilidades que esse gestor gerou ao longo de sua carreira profissional. Ele teve sucesso em seus investimentos? Ele tem um sólido conhecimento das empresas em que investe? Como se comportou sua carteira de investimentos ao longo dos anos? Estas são algumas das perguntas que poderíamos responder ao avaliar seu track record. Com base nessas perguntas, tomaremos a decisão de investir no fundo ou não.

Uma das curiosidades do termo “track record” é que tem suas raízes no esporte, especificamente nas corridas de cavalos. No passado, o track record era usado para registrar os tempos que um cavalo havia conseguido em diferentes corridas, ou seja, seu histórico de desempenho. E assim como os jogadores analisavam no passado esses registros para fazer suas previsões e suas apostas, no presente o track record é analisado para tomar decisões.

Também é importante mencionar que, embora o desempenho passado não garanta os resultados futuros, um bom track record pode ser um indicativo da habilidade, experiência e competência de uma pessoa ou empresa. É uma espécie de cartão de visita que pode gerar confiança.

No entanto, embora o histórico possa ser útil, também é importante não confiar cegamente nele. Embora seja verdade que um bom histórico pode ser um sinal de competência e experiência, as circunstâncias mudam e o que funcionou no passado nem sempre garante o sucesso no futuro.

Portanto, embora o histórico seja uma ferramenta valiosa em nossa caixa de ferramentas, ele sempre deve ser complementado com outros tipos de análises e considerações.

O Track Record é o mesmo que as principais estatísticas?

Um Track Record em finanças é como uma espécie de currículo adaptado para gestores de investimentos. Como dissemos, é um registro do que foi feito, de como foi feito e de quão bem o gestor se saiu com suas decisões.

Assim, é importante mencionar que há apenas uma maneira de apresentar um track record, pois este pode variar dependendo do que está sendo avaliado.

No caso de uma empresa, o track record pode incluir dados sobre sua receita, lucro, crescimento, investimentos e outras métricas financeiras. Se falarmos do histórico de um produto, poderíamos estar olhando quanto ele vendeu, quais opiniões os clientes deram ou quantas vezes foi devolvido. No caso de um gestor de fundos, seu histórico pode incluir o desempenho dos investimentos que ele gerenciou, o risco que assumiu e como comparou seu desempenho com o de seus concorrentes ou com os índices de referência.

Dito isto, você provavelmente está se perguntando: é o mesmo que as principais estatísticas? A resposta a esta pergunta é não necessariamente.

Em primeiro lugar, as principais estatísticas são dados que fornecem uma imagem de como algo está funcionando em um determinado momento ou ao longo de um período específico de tempo. Para entender melhor, poderíamos falar sobre as principais estatísticas de um jogador de futebol, como quantos gols ele marcou na temporada ou quantos passes ele completou em uma partida.

O track record, por outro lado, é muito mais amplo e detalhado. Ele não apenas coleta as principais estatísticas, mas também leva em consideração o contexto e a história por trás desses números. Não é apenas quantos gols um jogador marcou, mas também em quais jogos ele marcou, contra quais equipes, em quais circunstâncias, etc.

Além disso, no histórico também poderíamos incluir outros fatores, como a atitude do jogador, seu comportamento fora do campo, suas relações com os colegas de equipe, etc.

Em resumo, um track record é um registro detalhado da atividade realizada pelo gestor no passado. E neste contexto, também é importante mencionar que, como dissemos, um histórico não é composto pelas principais estatísticas. O histórico é mais completo e fornece uma imagem mais rica e matizada desse desempenho passado que estamos tentando analisar.

Estatísticas que podemos encontrar em um histórico

O histórico de desempenho é uma espécie de tela que, com pinceladas de diferentes métricas e dados, nos mostra uma imagem do histórico de desempenho registrado por uma empresa ou um gestor de investimentos.

Quando falamos de um track recordg de desempenho de uma empresa, este pode conter dados muito variados. Por um lado, pode incluir indicadores financeiros como as vendas realizadas, os lucros obtidos, a rentabilidade da empresa, o crescimento da receita ou o retorno do investimento. Esses números nos ajudam a entender como a empresa se desempenhou economicamente.

No entanto, também podemos encontrar outro tipo de informação nesse histórico de desempenho. Nesse sentido, poderíamos encontrar informações relacionadas à satisfação do cliente, à participação de mercado da empresa, à inovação aplicada em seus produtos, à sua gestão de riscos ou até mesmo ao seu compromisso com a responsabilidade social. Todos esses fatores também podem influenciar o desempenho da empresa e são importantes ao avaliar seu histórico de desempenho.

Da mesma forma, se olharmos para o histórico de desempenho de um gestor de fundos de investimento, aqui as estatísticas estarão relacionadas ao desempenho dos investimentos que ele fez ao longo de sua carreira, à volatilidade de seu portfólio, ao risco que assumiu, ou à comparação de seu desempenho com os índices de referência, entre muitos outros.

Além disso, e como acontece no caso anterior, o histórico de desempenho também pode incluir informações relacionadas ao estilo e à filosofia de investimento do gestor, sua experiência, sua formação acadêmica, suas habilidades particulares, bem como outros detalhes que podem nos ajudar a tomar uma decisão melhor ao confiar nossas economias e, com isso, nosso futuro.

Como se analisa um histórico de desempenho?

Analisar o histórico de desempenho de um gestor de investimentos requer a análise de vários aspectos importantes de seu histórico.

Aqui estão algumas dicas para realizar este tipo de análise:

  • Desempenho ou rentabilidade histórica: Em primeiro lugar, você deve olhar para o desempenho histórico dos investimentos que o gestor tem gerido. Ele superou regularmente os índices de referência? Qual foi o seu desempenho médio anual? Ele teve anos de grandes perdas? É importante lembrar que o desempenho passado não garante resultados futuros, mas pode dar uma ideia de como o gestor se desempenhou em diferentes condições de mercado.
  • Volatilidade: Também é importante examinar a volatilidade dos investimentos que o gestor tem gerido. Ele teve altos e baixos extremos em seu desempenho? Ele conseguiu manter um desempenho estável ao longo do tempo? Uma alta volatilidade pode indicar uma abordagem de investimento arriscada.
  • Risco: É necessário avaliar como o gestor lidou com o risco. Ele diversificou corretamente seus investimentos? Ele investiu em ativos de alto risco ou preferiu opções mais seguras? Como o risco é gerenciado pode ser um indicador importante de como o gestor abordará os investimentos no futuro.
  • Estilo e filosofia de investimento: É importante entender o estilo e a filosofia de investimento do gestor. Ele é um investidor de valor que busca ações subvalorizadas, ou prefere uma abordagem de crescimento em busca de empresas com alto potencial de crescimento? O estilo e a filosofia de investimento podem ter um grande impacto no desempenho.
  • Experiência e formação: Por fim, é importante considerar a experiência e a formação do gestor. Ele tem um histórico de sucesso na gestão de investimentos? Ele tem formação em finanças ou economia? Ele trabalhou em empresas de investimento reconhecidas?

No entanto, lembre-se do que foi dito anteriormente. O histórico é apenas uma ferramenta para avaliar o gestor de investimentos, mas você também deve levar em conta outros fatores, como sua tolerância ao risco, seus objetivos de investimento e seu horizonte de tempo.

Exemplo de histórico

Como toque final, nada melhor do que um exemplo prático para ilustrar tudo o que falamos sobre o histórico. Assim, vamos apresentar Luis, um gestor de fundos de investimento com uma longa carreira de 20 anos no mundo financeiro.

O track record de Luis se assemelha bastante a um registro de conquistas, repleto de números e dados que retratam seu desempenho ao longo do tempo. Ao longo de toda a sua carreira, Luis gerenciou vários fundos de investimento, e seu histórico inclui o desempenho que ele conseguiu com cada um deles.

Por exemplo, poderíamos ver que o fundo que ele atualmente administra teve um rendimento médio anual de 7% nos últimos cinco anos. Além disso, sua carteira teve uma volatilidade menor que a do mercado, o que indica que ele soube gerenciar bem o risco.

Mas o track record de Luis não mostra apenas dados financeiros. Ele também nos fala sobre sua experiência e formação. Sabemos que Luis tem um mestrado em finanças e que trabalhou em algumas das empresas mais reconhecidas do setor.

Além disso, seu histórico também reflete seu estilo de investimento. Luis se considera um investidor de valor. Ele busca empresas subvalorizadas pelo mercado com bons fundamentos e espera pacientemente até que o mercado reconheça seu valor.

Em suma, o histórico de Luis é um reflexo de sua carreira e sua maneira de trabalhar. Ele nos permite entender seu desempenho passado e, embora não possa garantir o futuro, nos dá pistas sobre como ele pode agir em situações semelhantes.

Artigos Relacionados

Deixar uma Resposta

Leave a Comment

Sii il primo a commentare!
Commento