O que é e como fazer arbitragem de criptomoeda?

Assim como nos esportes existem aqueles que se especializam em uma faceta específica do jogo, no campo do investimento em criptomoedas também existem vários tipos de “ jogadores ” . Há quem projete a longo prazo e tenha uma estratégia concreta que segue à risca.

Por outro lado, há quem faça arbitragem com criptomoedas. Esta é uma atividade de curtíssimo prazo que se baseia muito na improvisação e em saber aproveitar as oportunidades que surgem no momento.

O que é arbitragem de criptomoeda ?

A arbitragem com criptomoedas é uma estratégia que se utiliza para aproveitar as diferenças de preço de uma criptomoeda em diferentes exchanges (plataformas de negociação de criptomoedas) ou mesmo em apenas uma delas. Consiste em comprar um ativo digital a um preço baixo e depois vendê-lo a um preço mais alto .

A arbitragem é baseada na premissa de que os preços das criptomoedas podem flutuar em diferentes exchanges devido a fatores como volume de negociação, liquidez limitada, taxas e a volatilidade inerente das criptomoedas. Essas diferenças de preços podem ser pequenas e durar pouco tempo, por isso os arbitradores devem agir rapidamente para aproveitar as oportunidades.

Como veremos mais adiante neste texto, existem diferentes tipos de arbitragem com criptomoedas. É importante saber que, em quase todos os casos, essa pode ser uma estratégia complexa e que exige análise e monitoramento constante dos preços e dos custos associados às operações, como taxas de transação e saque nas bolsas. Além disso , a aplicação da arbitragem pode estar sujeita a limitações e regulamentações em cada país .

Como funciona a arbitragem de criptomoedas ?

A arbitragem de criptomoedas funciona seguindo uma série de etapas básicas , com algumas pequenas diferenças dependendo de cada caso. A seguir , descreveremos algumas chaves para esta atividade :

  • Identificação de oportunidades: implica a procura de diferenças significativas de preços entre as diferentes plataformas.
  • Comparação de preços : além do preço, nesta etapa você deve levar em consideração as tarifas e os custos de cada plataforma, pois podem afetar a lucratividade da operação .
  • Execução da operação : se for lucrativo, o trader (pessoa que negocia criptomoedas ou outros ativos regularmente para gerar lucros) compra a criptomoeda na bolsa onde é mais barato e depois vende o mesmo ativo em outra plataforma em um preço mais alto.
  • Gerenciamento de riscos : como em qualquer estratégia de investimento , o gerenciamento adequado de riscos é essencial na arbitragem com criptomoedas . Os comerciantes precisam considerar coisas como volatilidade do mercado, liquidez de ativos e possíveis problemas técnicos nas plataformas que usam.

Dependendo da estratégia de arbitragem adotada, a operação pode ser executada imediatamente ou demandar tempo para que as diferenças de preços flutuem . Da mesma forma, existem outros detalhes que podem variar, com base nos aspectos que mencionaremos ao falar sobre as diferentes técnicas de arbitragem .

Benefícios e riscos da arbitragem de criptomoedas

Claramente, o primeiro dos benefícios da arbitragem de criptomoedas tem a ver com os lucros potenciais para quem realiza essa prática . Se executada corretamente, a arbitragem pode gerar retornos significativos em um curto período de tempo.

Por outro lado, desde que você tenha tempo e conhecimento necessário para realizá-la, pode ser uma boa alternativa para diversificar uma carteira de investimentos.

É uma prática de baixo risco , pois quando executada em um curto período de tempo traz menos perigo do que os investimentos de longo prazo. Claro , mercados voláteis são necessários para realizá-lo.

Mais um ponto a favor da arbitragem é a liquidez. Como as criptomoedas são negociadas 24 horas por dia , 7 dias por semana, geralmente há liquidez suficiente em muitas plataformas .

Isso facilita a execução de operações de arbitragem de forma rápida e eficiente. Tenha em mente, no entanto, que nem todas as bolsas são igualmente confiáveis ou oferecem as mesmas possibilidades de liquidez.

Além do acima , a arbitragem de criptomoeda também tem seus riscos. Uma das mais destacadas é a dificuldade causada pela volatilidade do mercado , característica bem conhecida das criptomoedas. Como os preços podem flutuar rapidamente , as oportunidades de arbitragem podem desaparecer antes de você aproveitá-las. Além disso , a volatilidade também aumenta o risco de perda caso os preços se movam na direção oposta .

Por outro lado, também existe o risco de execução . A arbitragem requer execução rápida e eficiente de negociações para aproveitar as oportunidades. Em caso de atrasos nas transações, problemas técnicos nas plataformas ou qualquer outra limitação , o usuário poderá perder dinheiro . Soma-se a isso o fato de que a arbitragem de criptomoedas é uma atividade competitiva , pois outros usuários também buscam aproveitar as mesmas oportunidades.

Finalmente, há também o risco regulatório . As legislações sobre criptomoedas variam de país para país e podem mudar com o tempo. Os operadores de arbitragem devem estar cientes das leis e regulamentos locais, pois podem afetar a viabilidade e legalidade das operações de arbitragem.

Tipos de arbitragem com criptomoedas

É claro que uma prática com tantos limites e fatores de influência pode ser realizada de várias maneiras. A seguir , descreveremos os diferentes tipos de arbitragens possíveis e como cada uma delas é realizada .

Arbitragem de câmbio

Esse tipo de arbitragem com criptomoedas, como o próprio nome indica, é baseada em trocas ou trocas. Consiste em aproveitar as diferenças de preço entre duas ou mais plataformas para comprar barato em algumas e vender o mesmo ativo a um preço mais alto em outras.

arbitragem com criptomoedas

Em geral, esse tipo de arbitragem exige a conclusão das operações em um curto período de tempo . Isso ocorre porque as diferenças de preço podem se nivelar em questão de minutos , e as oportunidades de gerar retorno a partir delas desapareceriam .

Arbitragem de mercado

A arbitragem de mercado refere-se ao aproveitamento das diferenças de preços existentes no mesmo mercado para uma determinada criptomoeda. Isso envolve a identificação de diferenças de preço entre diferentes ordens de compra e venda dentro do mesmo mercado e a realização de negociações com fins lucrativos.

Por exemplo, suponha que a criptomoeda XYZ esteja sendo negociada em uma bolsa e o preço de compra atual seja de $ 100 por unidade, enquanto o preço de venda atual seja de $ 105 por unidade. No entanto, nesse mesmo mercado, há uma ordem de venda pendente ao preço de $ 104 por unidade.

Nessa situação , um operador do mercado de arbitragem poderia comprar XYZ a $ 104 por unidade e, ao mesmo tempo, vendê-lo a $ 105 por unidade, obtendo um lucro imediato de $ 1 por unidade.

arbitragem de mercado

A arbitragem de mercado pode ser mais desafiadora em comparação com a arbitragem cambial , pois as diferenças de preços buscadas tendem a ser menores e mais efêmeras .

Arbitragem triangular

A arbitragem triangular é mais complexa do que as duas anteriores. Isso porque exige a análise do preço de três criptomoedas, em vez de duas.

O que se faz neste caso é trocar um criptoativo por um segundo. Essa segunda criptomoeda é então trocada por uma terceira. Finalmente, o terceiro é trocado pelo primeiro novamente.

O lucro na arbitragem triangular é baseado na diferença de preços que pode ocorrer ao negociar diferentes pares de criptomoedas. Na imagem abaixo, você pode ver um exemplo de triangulação fornecido pela bolsa Binance .

arbitragem triangular

Como fazer arbitragem com criptomoedas

A arbitragem com criptomoedas exige conhecimento e experiência. É preciso ter visão para saber identificar as oportunidades e velocidade para executá-las antes que desapareçam.

Nos pontos a seguir, listaremos as etapas básicas que devem ser realizadas para fazer arbitragem com criptomoedas.

Etapa 1: identificar oportunidades de arbitragem

Seja na mesma plataforma ou em várias diferentes, reconhecer as diferenças de preços e as possibilidades que existem nelas é importante para a arbitragem com criptomoedas.

Já viu a clássica imagem do trader monitorando várias telas com tabelas de preços ao mesmo tempo ? Embora não seja um requisito literal ter esse equipamento, a representação mostra perfeitamente a fiscalização do mercado que um comerciante deve fazer todos os dias .


Passo 2: Transferir fundos entre bolsas

Para poder negociar em várias plataformas quando necessário, certifique- se de ter uma conta habilitada e fundos nas que estão no seu radar. Conclua esta etapa de financiamento antes de tentar executar qualquer negociação .

Passo 3: Compre e venda criptomoedas

Uma vez reconhecida a oportunidade de arbitragem, é hora de “ fazer a jogada ” . Em outras palavras, compre uma criptomoeda em uma plataforma (bitcoin, por exemplo), transfira para outra e venda para realizar os lucros; Conforme mencionado , outras alternativas são operar com ordens de compra na mesma bolsa (arbitragem de mercado) ou com várias criptomoedas (arbitragem triangular).

Passo 4: Retirar ganhos e reinvestir

Parabéns ! Se você chegou a esta etapa, significa que concluiu com sucesso uma arbitragem de criptomoeda . Agora, você terá que escolher entre sacar o dinheiro gerado ou reinvesti-lo e iniciar o processo novamente .

Ferramentas e estratégias para arbitragem de criptomoedas

Claramente, os comerciantes que desejam arbitrar criptomoedas estão sem sorte . Existem estratégias bem conhecidas para se movimentar nessa área , como análise de tendência de preços e diversificação de risco . Da mesma forma, ferramentas tecnológicas como bots foram surgindo para facilitar a geração de dinheiro aproveitando as circunstâncias do mercado .

Uso de bots de arbitragem

Um bot é um software que possui instruções e permissão para executar transações pré-aprovadas ou configuradas pelo usuário, mas sem a necessidade de o próprio usuário estar ciente de fazê-lo . Existem também os mais avançados que tomam decisões por conta própria para obter lucro . Em ambos os casos, a premissa básica de seu funcionamento é a automação .

Os bots de arbitragem dependem de aplicativos que fornecem dados em tempo real sobre os preços de várias criptomoedas em várias bolsas. Como resultado, eles oferecem velocidade, precisão e disponibilidade constante.

de computador podem fazer é monitorar constantemente os preços das criptomoedas em diferentes bolsas e realizar operações de compra e venda. Usando regras e algoritmos predefinidos, os bots podem identificar oportunidades de arbitragem em tempo real e aproveitar as diferenças de preço antes que elas desapareçam.

Uma das grandes vantagens dos bots na hora de fazer arbitragem é que eles podem operar 24 horas por dia , 7 dias por semana . Isso significa que nenhuma oportunidade de arbitragem é perdida, mesmo quando os traders estão offline . Eles também removem a influência das emoções humanas na tomada de decisões, o que pode levar a uma maior consistência nas operações.

No entanto, é importante observar que os bots de arbitragem também têm seus desafios e riscos. Nesse sentido, requerem configuração adequada e estão sujeitos a limitações tecnológicas como atrasos na atualização de preços, problemas de conectividade ou falhas técnicas nas plataformas em que operam.

Análise de tendências e padrões de preços

A análise de tendências e padrões de preços é uma ferramenta fundamental para arbitragem com criptomoedas. Consiste em examinar dados históricos e atuais sobre os preços das criptomoedas para identificar tendências e padrões que possam indicar movimentos futuros. Os traders de arbitragem usam diferentes estratégias e ferramentas, como gráficos e indicadores técnicos , para realizar essa análise .

O objetivo é determinar se uma criptomoeda está passando por uma tendência de alta, tendência de baixa ou lateral , o que pode ajudar a tomar decisões de arbitragem informadas.

Suponha que o preço de uma criptomoeda tenha altos e baixos mais baixos durante um longo período de tempo. Isso significa que toda vez que o preço atinge uma alta , a próxima alta é menor que a anterior, assim como as mínimas . Essa sequência de máximos e mínimos mais baixos indica uma tendência de baixa. Investidores e traders podem interpretar isso como um sinal de que o preço provavelmente continuará caindo no futuro.

Em vez disso, imagine que o preço de uma criptomoeda mostrou uma série de altos e baixos crescentes durante um período prolongado . Ou seja, cada vez que o preço atinge um máximo , o próximo máximo é maior que o anterior, como é o caso dos mínimos . Essa sequência pode ser um sinal de tendência de alta. Investidores e traders podem interpretar isso como um sinal de que o momento de alta está ganhando força e que é mais provável que o preço continue subindo no futuro.

Além da análise de tendências , a análise de padrões de preços pode agregar valor à arbitragem de criptomoedas . Nesse caso, os traders procuram padrões repetitivos nos movimentos de preços, como triângulos , bandeiras, cabeças e ombros, entre outros.

Embora todos os itens acima possam ser úteis ao fazer arbitragem de criptomoedas, é importante lembrar que a análise de tendências e padrões não é infalível e deve ser usada em conjunto com o gerenciamento de risco adequado e um profundo entendimento do mercado de criptomoedas.

Diversificação de ativos e riscos

A diversificação de ativos consiste em distribuir as criptomoedas nas quais você investe de forma equilibrada . Também inclui o uso de várias estratégias de arbitragem.

Essa diversificação ajuda a reduzir o risco porque nos livra da dependência de um único ativo ou de uma única estratégia . Ao ter um portfólio diversificado, os traders podem mitigar o impacto (mas não eliminá-lo 100%) de eventos adversos que possam afetar negativamente uma determinada criptomoeda ou um tipo específico de arbitragem.

A diversificação também permite aproveitar as oportunidades oferecidas por diferentes mercados e estratégias e oferece maior proteção contra a volatilidade inerente ao mercado de criptomoedas . Como você deve saber , as criptomoedas de menor capitalização podem ser mais voláteis e suscetíveis à manipulação do mercado .

Dicas e precauções para arbitragem de criptomoeda

traders mais experientes devem levar em consideração certas recomendações ao fazer arbitragem com criptomoedas. Negligência e “ erros não forçados ” podem custar caro nesta atividade , então você tem que estar devidamente preparado. As diretrizes a seguir podem ser de grande ajuda para você.

Manter um registro detalhado das operações de arbitragem

O que não é registrado não pode ser avaliado. As operações de arbitragem em um único dia podem ser dezenas para os traders mais ágeis . Portanto, manter anotações com as operações realizadas é essencial.

O registro das operações de arbitragem deve incluir informações relevantes como as criptomoedas envolvidas, os preços de compra e venda, as datas e horários das transações, as comissões e quaisquer outros custos associados. Além disso , é útil observar os motivos e as estratégias específicas utilizadas em cada operação , bem como quaisquer eventos ou fatores externos que possam ter influenciado os resultados.

transações do dia (que determinará a estratégia a seguir nas próximas operações ) e a disponibilidade de recursos em cada plataforma, entre outras informações valiosas.

Tudo isso proporciona uma visão clara da rentabilidade e do desempenho das estratégias de arbitragem utilizadas. Além de auxiliar na avaliação do desempenho passado, o registro detalhado das operações de arbitragem também é útil para fins fiscais e regulatórios. Permite calcular os lucros e prejuízos obtidos, bem como demonstrar a origem e o destino dos recursos utilizados nas transações.

Evite se expor a riscos desnecessários

Alguns traders “ kamikaze ” procuram tirar vantagem quando os preços em uma bolsa caem devido a algum problema ( técnico , regulatório ou qualquer outro) ou quando um criptoativo diminui seu preço de mercado por motivos semelhantes . Por exemplo, comprar uma stablecoin atrelada ao dólar americano quando ela sofre um depeg significativo (perda de paridade) e depois vendê-la quando ela retornar ao seu valor original, embora haja o risco de que isso nunca aconteça.

Essas práticas , embora bastante frequentes, são arriscadas. Na verdade, eles são o tipo de risco desnecessário que nem todos podem correr. Se tal movimento der errado, pode levar a perdas significativas e grande desânimo para futuras negociações de criptomoedas.

Por isso, o melhor é sempre movimentar-se dentro dos limites das operações consideradas seguras, embora a arbitragem seja uma atividade arriscada em si . Lembre-se de diversificar seus riscos e nunca investir mais dinheiro do que você está disposto a perder.

Revise regularmente os termos e condições das trocas

Ok, sabemos que isso pode soar como “ muito trabalho ” . Não é a coisa certa a fazer, mas infelizmente estamos acostumados a simplesmente aceitar os termos e condições das plataformas que usamos (tanto redes sociais quanto serviços financeiros).

No entanto, pode haver questões importantes nessa seção que precisamos ter em mente. Por exemplo, se uma bolsa decidir excluir uma criptomoeda de sua propriedade , ela deve notificá-lo com antecedência ou pode convertê-la em outra a qualquer momento, sem o seu consentimento e a uma taxa que eles determinarem? E se a bolsa fechar e fechar, ele tem o direito de ficar com seus fundos ? Ou como devo devolvê – los a você ?

Esse tipo de coisa pode ser encontrado no TYC. Da mesma forma, são detalhados pontos importantes sobre gerenciamento de dados e privacidade do usuário . Assim sendo, é necessário que o utilizador reveja regularmente estas orientações para saber em que condições aceita a utilização de uma plataforma.

Esteja ciente dos custos e taxas associados à arbitragem

“ Nada é de graça na vida ” , afirma um ditado tradicional . Isso se aplica, é claro, às trocas de criptomoedas. Essas plataformas cobram taxas dos usuários pelas transações que realizam nelas.

Por exemplo, se você vender bitcoin em uma bolsa, seu saldo final (em moeda local ou outra criptomoeda) pode refletir um desconto (cuja porcentagem varia dependendo da bolsa e da criptomoeda em questão ) igual à comissão da plataforma . O mesmo vale para retiradas, em geral.

É importante levar esses custos em consideração ao fazer arbitragem de criptomoedas. Principalmente quando se opera com margens de lucro não muito altas , os custos operacionais podem representar uma parte significativa dos lucros esperados, o que acaba diminuindo o sucesso do trader.

Artigos Relacionados