Introdução às Criptomoedas: Conceitos e Dicas para Investidores

As criptomoedas são uma forma de dinheiro digital criada para ser usada na web.

O Bitcoin, a primeira e maior criptomoeda, foi criada em 2009. Desde então, muitas outras surgiram, como o Ethereum, o Litecoin e o Ripple.

O Brasil é um dos países que mais abraçou o uso de criptomoedas, e o número de brasileiros que possuem e usam criptomoedas continua a crescer.

Se você está interessado em investir em criptomoedas, aqui explicaremos como fazer isso do Brasil.

O que são criptomoedas?

Uma criptomoeda é um ativo digital que usa criptografia para garantir a propriedade, garantir a integridade das transações e controlar a criação de unidades adicionais, ou seja, evitar que alguém possa fazer cópias, como faríamos, por exemplo, com uma foto.

Essas moedas não existem de forma física: elas são armazenadas em carteiras digitais e podem ser usadas para comprar bens e serviços online ou transferidas para outras pessoas.

Hoje em dia, muitas empresas e comerciantes aceitam criptomoedas como forma de pagamento.

Como as criptomoedas funcionam?

As criptomoedas têm várias características diferentes dos sistemas tradicionais: elas não são regulamentadas ou controladas por nenhuma instituição e não precisam de intermediários nas transações.

As criptomoedas funcionam através do registro contábil compartilhado ou blockchain.

Esta tecnologia lhes dá um sistema de segurança elevado com capacidade para evitar, por exemplo, que um mesmo ativo digital seja transferido duas vezes ou que seja falsificado.

A tecnologia blockchain funciona como um grande livro de contabilidade onde se podem registrar e armazenar grandes quantidades de informação. Toda ela é compartilhada na rede e protegida de tal forma que todos os dados que contém não podem ser alterados nem excluídos.

Como as criptomoedas são criadas?

As criptomoedas são criadas através de um processo conhecido como mineração. Os mineiros usam computadores poderosos para resolver problemas matemáticos complexos. Quando eles resolvem um problema, recebem uma pequena quantidade de criptomoeda como recompensa.

Em outras palavras, minerar criptomoedas significa resolver com sucesso os problemas matemáticos apresentados. Os mineiros que o fizeram recebem criptomoedas em troca do PoW (Prova de Trabalho).

Quais são as vantagens e desvantagens das criptomoedas?

Se você quiser investir em criptomoedas, é importante que você conheça suas vantagens e desvantagens para decidir por si mesmo se o mundo das moedas digitais é para você.

Entre as vantagens das criptomoedas, podemos mencionar:

  1. A velocidade das suas transações
  2. Baixos custos nas suas operações
  3. A segurança da rede
  4. A transparência da tecnologia blockchain
  5. O anonimato que permite realizar operações de forma anônima
  6. Sua natureza descentralizada que não requer terceiros nas transações

Algumas das desvantagens destes criptoativos são:

  1. Depois de realizada uma transação ou pagamento, ela é irreversível
  2. Não é um método de pagamento ainda aceito universalmente
  3. Existe um alto risco de perda de capital
  4. Alta volatilidade
  5. Possibilidade de uso em atividades ilegais
  6. Falta de avaliação

Como comprar criptomoedas?

Existem várias formas de adquirir criptomoedas.

A forma mais comum é comprá-las em uma exchange de criptomoedas. As exchanges de criptomoedas são plataformas on-line onde você pode comprar e vender criptomoedas.

Outra forma de adquirir criptomoedas é minerá-las. Como mencionado anteriormente, a mineração é o processo pelo qual as criptomoedas são criadas. Os mineiros usam computadores poderosos para resolver problemas matemáticos complexos e, como recompensa, recebem uma pequena quantidade de criptomoedas.

Como as criptomoedas são armazenadas?

As criptomoedas são armazenadas em carteiras digitais.

As carteiras digitais são softwares ou hardwares que podem ser usados para enviar, receber e armazenar criptomoedas.

Existem vários tipos de carteiras digitais, incluindo carteiras de software (que são baixadas em seu computador ou telefone), carteiras de hardware (que são dispositivos físicos projetados especificamente para armazenar criptomoedas) e carteiras de papel (que são carteiras de software que são impressas em papel).

Por que investir em criptomoedas?

Além dos motivos puramente financeiros, existem uma variedade de outros motivos pelos quais as pessoas investem em criptomoedas. Alguns dos motivos mais populares pelos quais as pessoas estão cada vez mais dispostas a investir em criptomoeda no Brasil são:

  • O preço das criptomoedas aumentou enormemente nos últimos anos. Por exemplo, o preço de um Bitcoin disparou de menos de US$ 1.000 em 2016 para mais de US$ 19.000 em dezembro de 2017. Embora o preço das criptomoedas tenha flutuado desde então, ainda estão em níveis muito altos.
  • Uso mais prático: as criptomoedas podem ser enviadas em segundos com custos de transação mínimos. As criptomoedas populares, como o Bitcoin, são aceitas em todo o mundo e já são consideradas um meio de pagamento comprovado em muitos lugares.
  • Anonimato: Nossa pegada digital está crescendo. O homem do século XXI é mais transparente do que nunca. As moedas digitais oferecem algum alívio, pois a transação entre duas partes não precisa ser processada por um terceiro, como um banco.
  • Apoio ao sistema financeiro descentralizado: Muitas pessoas têm opinado, não só desde a crise econômica mundial, que o sistema bancário tradicional já não está atualizado. As moedas digitais são completamente independentes dos bancos centrais, por isso muitas pessoas apoiam ativamente.
  • As criptomoedas são uma forma relativamente nova de investimento, o que significa que ainda há muito potencial para o crescimento. Espera-se que o preço das criptomoedas continue a subir à medida que mais e mais pessoas as adotam.

Como se pode investir em criptomoedas do Brasil?

Para investir em criptomoedas, é necessário usar aplicativos ou sites que permitam operar sob a plataforma de Exchange que algumas empresas gerenciam. Esse tipo de aplicativo permite que você crie uma conta ou usuário e compre criptomoedas, depositando em uma conta de poupança e trocando dinheiro real por as famosas criptomoedas.

Você também pode investir nelas através de trocas descentralizadas. Além disso, é necessário que, uma vez que você invista nesse tipo de moeda, tenha uma carteira que permita armazenar as moedas de forma segura.

Outra forma de adquirir criptomoedas no Brasil é através da mineração. No entanto, é necessário mencionar que o custo energético de minerar criptomoedas é alto e é necessário ter equipamentos potentes para fazê-lo.

Alguns dos Exchanges seguros onde você pode investir em criptomoedas do Brasil são:

  • Binance
  • Coinbase
  • Kraken
  • Mercado Bitcoin
  • Foxbit
  • Bitcoin Trade
  • Coinext
  • Bitpreco
  • Novadex

Quais são os riscos de investir em criptomoedas?

Como com qualquer forma de investimento, existem riscos ao investir em criptomoedas. Alguns deles são:

· O preço das criptomoedas é extremamente volátil, o que significa que podem cair ou subir de preço em pouco tempo. Isso pode ser uma desvantagem se você não estiver disposto a assumir o risco de que o preço das criptomoedas caia.

· As criptomoedas são uma forma relativamente nova de investimento, o que significa que ainda há muito potencial para o crescimento, mas também existe o risco de que as criptomoedas não sejam amplamente adotadas e acabem desaparecendo.

· Estão sujeitas à manipulação e à fraude. Como não são regulamentadas por nenhum governo, existe o risco de que pessoas mal-intencionadas as usem para realizar atividades ilegais, como lavagem de dinheiro ou financiamento do terrorismo.

Quantos tipos de criptomoedas existem e qual é a melhor para investir?

Atualmente, existem milhares de criptomoedas. Em buscadores populares de capitalização de mercado de criptomoedas, encontramos o coinmarketcap e o coingecko, nas quais estão listadas mais de 18.800 criptomoedas.

O Bitcoin é a criptomoeda mais importante, sendo a número um e tendo a maior capitalização do mercado sobre as demais.

No entanto, saber qual é a melhor criptomoeda para investir depende da sua estratégia de investimento, você pode ser um holder passivo e a longo prazo e isso lhe gerará rendimentos, ou investir em curto.

Como sei se vale a pena investir em uma criptomoeda?

Todo investimento requer análise. Ao investir a longo prazo, os investidores usam diferentes métodos para medir o potencial de alta e o risco de um ativo em particular.

A análise fundamental avalia o valor intrínseco de um token ou projeto no contexto do mercado atual e suas perspectivas. A maioria dos projetos publica um documento técnico antes da venda de um token e estudar esse documento pode fornecer uma visão mais profunda do que o ativo pode fazer.

Certifique-se de verificar os fatores econômicos e outros eventos específicos da indústria, como a redução pela metade da oferta de Bitcoin a cada quatro anos.

Como posso me beneficiar das criptomoedas?

O objetivo de qualquer investimento é ganhar dinheiro. E os investimentos em criptomoedas podem fazer com que seu dinheiro gere valor e lucros de mais de uma maneira.

Os investimentos em criptomoedas podem mostrar um crescimento impressionante em curtos períodos de tempo. Mas é importante ter uma compreensão profunda de como um projeto funciona antes de arriscar qualquer capital.

O investimento de curto prazo pode parecer uma maneira fácil de ganhar dinheiro rápido. Mas operar em escalas de tempo mais curtas requer experiência, intuição e matizes.

Os mercados voláteis podem desencadear todos os tipos de emoções nos comerciantes inexperientes. E o que pode parecer a decisão certa neste momento muitas vezes pode se tornar uma desvantagem no grande esquema das coisas.

Tickmill

8/ 10

Mercado:

Europa, USA, Ásia

Execução rápida sem recotações, todas as estratégias de negociação permitidas.

Spreads desde 0.0 pips

Regulado por la FSA

*Tickmill não é regulada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) no Brasil. Não realizamos nenhuma atividade de marketing ativo nem oferta pública de valores para residentes no Brasil.

Depósito minimo:

R$508.39

Artigos Relacionados