Descubra o que é Polygon e como funciona

Se você está interessado no mundo das criptomoedas e do blockchain, é muito provável que você já tenha ouvido falar do Polygon, uma das redes mais populares e promissoras do momento.

O que é o Polygon?

O Polygon (anteriormente conhecido como Matic Network) é uma rede de blockchain que tem como objetivo resolver alguns dos principais problemas da blockchain do Ethereum, como escalabilidade e taxas de transação elevadas.

Para isso, o Polygon usa uma solução de camada 2 que é executada na rede do Ethereum e permite realizar transações mais rápidas e baratas.

Como o Polygon funciona?

Para entender como o Polygon funciona, primeiro é preciso ter claro o que é uma solução de camada 2. Em termos simples, uma solução de camada 2 é uma camada adicional de software que é executada sobre a blockchain do Ethereum e permite realizar transações fora da cadeia principal.

Isso significa que, em vez de registrar cada transação na blockchain do Ethereum, elas são agrupadas e registradas posteriormente na cadeia principal, reduzindo assim a carga de trabalho e aumentando a velocidade e eficiência das transações.

O Polygon usa uma solução de camada 2 chamada Plasma, que foi desenvolvida pelo fundador do Ethereum, Vitalik Buterin, e Joseph Poon.

O Plasma funciona como uma espécie de cadeia lateral do Ethereum, que permite realizar transações mais rápidas e baratas, sem comprometer a segurança ou a descentralização da rede.

Além do Plasma, o Polygon também usa outras soluções de camada 2, como Optimistic Rollups e Zk-rollups, que permitem realizar transações ainda mais rápidas e baratas. Essas soluções funcionam de forma semelhante ao Plasma, agrupando as transações fora da cadeia principal e registrando-se posteriormente de forma segura e descentralizada.

Vantagens do Polygon

O uso de soluções de camada 2 no Polygon tem inúmeras vantagens. Primeiro, permite realizar transações muito mais rápidas e baratas do que na blockchain do Ethereum, tornando-a uma opção muito atraente para aqueles que procuram realizar operações a baixo custo.

Além disso, ao usar a rede do Ethereum como base, o Polygon aproveita a segurança e a descentralização desta rede, o que lhe confere maior confiança e confiabilidade.

Outra vantagem importante do Polygon é sua interoperabilidade. Graças à sua integração com a rede do Ethereum, o Polygon permite a transferência de tokens e ativos entre ambas as redes, facilitando o intercâmbio e a mobilidade de ativos entre elas.

O Polygon possui uma grande comunidade de desenvolvedores e usuários que trabalham na construção de aplicativos descentralizados (dApps) e projetos inovadores na rede. Isso torna a rede muito ativa e dinâmica, com inúmeras oportunidades de investimento e desenvolvimento.

Por fim, o Polygon também usa um sistema de validação de prova de participação (PoS) para garantir sua rede. Em vez do sistema de prova de trabalho (PoW) usado pelo Ethereum, onde os mineradores precisam resolver problemas matemáticos complexos para validar as transações, o Polygon usa validadores que possuem e bloqueiam uma certa quantidade de tokens MATIC como garantia. Estes validadores são recompensados por validar transações e manter a segurança da rede.

Parcerias do Polygon

O Polygon conseguiu estabelecer parcerias com várias empresas importantes na indústria de criptomoedas, o que contribuiu para sua crescente popularidade.

Por exemplo, ele colaborou com o Aave, uma plataforma de empréstimos descentralizados que integrou o Polygon para oferecer transações mais rápidas e econômicas aos seus usuários.

Também trabalhou com a plataforma de negociação descentralizada (DEX) QuickSwap, que é executada na rede do Polygon e experimentou um crescimento significativo nos últimos meses.

Além disso, estabeleceu parcerias com outros projetos de blockchain, como Chainlink e Polk

Token Nativo

O Polygon tem seu próprio token nativo, conhecido como MATIC. Este token é usado para pagar as taxas de transação na rede do Polygon, e também é usado como incentivo para os validadores que ajudam a garantir a rede.

Além disso, o MATIC pode ser usado como meio de troca em diferentes aplicativos descentralizados que são executados na rede do Polygon.adot, para melhorar a interoperabilidade e a conectividade de diferentes redes de blockchain.

Tickmill

8/ 10

Mercado:

Europa, USA, Ásia

Execução rápida sem recotações, todas as estratégias de negociação permitidas.

Spreads desde 0.0 pips

Regulado por la FSA

*Tickmill não é regulada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) no Brasil. Não realizamos nenhuma atividade de marketing ativo nem oferta pública de valores para residentes no Brasil.

Depósito minimo:

R$508.39

Artigos Relacionados

O que é Teoria de DOW na análise técnica
A análise técnica é uma ferramenta essencial para os investidores que buscam obter vantaegens no mercado financeiro. Ela consiste em estudar os padrões de comportamento dos preços dos ativos, utilizando gráficos, indicadores e outras ferramentas m...