O que é o VPL? Valor Presente Líquido

O Valor Atualizado Líquido (VPL), ou em NPV, pela sigla em inglês (Net Present Value), é um método simples e muito conhecido para determinar se estamos interessados em empreender um projeto de negócio ou investimento.

Quando realizamos um projeto empresarial, é necessário calcular antes a rentabilidade ou quais benefícios ele vai nos trazer no futuro.

Assim, é lógico pensar que o projeto deve ter uma rentabilidade superior à renda fixa sem risco disponível no mercado. Se isso não acontecer, o melhor é não complicar a vida com a implementação de um investimento, com todas as dores de cabeça que isso implica.

Podemos entender da seguinte forma: Quando a renda fixa sem risco oferece uma maior rentabilidade que o projeto, significa que o mais fácil e confortável é investir em dívida do Estado ou em dívida corporativa (de muito baixo risco). Isso, em vez de alocar capital no projeto analisado.

Fórmula do VPL

O VPL é calculado como o valor presente dos fluxos de caixa esperados originados pelo investimento, menos o investimento inicial. Assim, as variáveis que precisamos conhecer são as seguintes:

Io= Investimento inicial monetário no presente
Vt=fluxos de caixa futuros em cada período t
n=número de períodos de vigência do projeto
k=tipo de juros da renda fixa

Interpretação do VPL

  • VPL>0 O projeto apresenta rentabilidades superiores à renda fixa sem risco. O projeto deve ser aceito.
  • VPL=0 O projeto iguala a rentabilidade da renda fixa sem risco. Portanto, devem ser considerados para aceitá-lo determinados benefícios como imagem de marca, posicionamento da empresa, etc.
  • VPL<0 O projeto não melhora a rentabilidade da dívida do Estado, e por isso não deve ser aceito.

Entendendo o VPL

O que fizemos é descontar, de cada fluxo de caixa futuro, a taxa de juros de renda fixa. Dessa forma, todos os fluxos são trazidos para o momento presente para subtrair o investimento original. Assim, obtém-se o VPL ou Valor Presente Líquido, que é uma medida do retorno esperado em valor absoluto e atual.

É evidente que, para a aceitação de um projeto de investimento, é necessário considerar uma infinidade de fatores que o VPL não abrange. Mas é um bom ponto de partida para considerar um projeto.

Uma variante da fórmula ocorre quando o VPL é igual a zero e calculamos a TIR, Taxa Interna de Retorno, que é a taxa de juros que o projeto nos traz e, mais uma vez, deve ser superior à taxa de juros de renda fixa sem risco.

Vantagens do uso do VPL

  • É fácil de aplicar.
  • Considera o valor do dinheiro ao longo do tempo, para poder comparar fluxos de caixa em diferentes períodos. Assim, é necessário torná-los homogêneos em uma mesma data (o presente).
  • Seu resultado é uma magnitude que reflete o valor gerado pelo investimento. Isso, ao contrário da TIR que fornece uma porcentagem.
  • Permite comparar projetos de diferentes características.

Desvantagens do uso do VPL

  • O valor de K é desconhecido no futuro. Por isso, é necessário usar uma taxa de juros média. Pode-se usar a curva ETTI (Estrutura Temporal das Taxas de Juros), o custo de capital da empresa ou o custo de oportunidade.
  • As projeções podem falhar. As receitas podem ser menores do que o esperado ou os custos podem exceder o estimado, o que reduziria os fluxos de caixa, afetando o VPL.
  • O prazo do projeto pode variar, em algum momento de seu desenvolvimento, em relação ao inicialmente proposto.
  • A hipótese de reinvestimento dos fluxos líquidos de caixa a um mesmo valor K pode não se concretizar.

Cálculo do VPL com Excel

Na aplicação Excel, muito difundida entre o público, localiza-se em fórmulas financeiras a função VPL (equivalente à fórmula NPV nas planilhas disponíveis no Google Drive) que retorna o Valor Presente Líquido a partir de uma série de fluxos e uma taxa de desconto. Deve-se levar em conta que no Excel os pagamentos futuros ocorrem no final do período. Por isso não devemos incluir o investimento inicial na matriz de pagamentos e adiciona-se o valor à parte (com sinal negativo porque é uma saída de dinheiro). Por exemplo, imaginemos que temos um investimento de 80 unidades monetárias a 5 anos com taxa de juros de 5%, e os fluxos são os seguintes:

1 período=20 u.m.
2 período=10 u.m.
3 período=10 u.m.
4 período=50 u.m.
5 período=10 u.m.
O VPL é de 5,73>0
Portanto, o projeto é aceito, pois superamos a renda fixa.

Mercado:

Europa, USA, Ásia

Corretora confiável com 1,54 milhão de contas de clientes e capital de US$ 10,01 bilhões, listada na Nasdaq.

Comissões baixas e melhor execução de preços possíveis graças ao sistema IB SmartRoutingSM.

Plataformas e ferramentas de negociação gratuitas – poderosas o suficiente para traders profissionais, mas projetadas para todos.

Depósito minimo:

R$0.00

Artigos Relacionados