O que é o FMI: Descubra a função do Fundo Monetário Internacional

O FMI ou IMF (Fundo Monetário Internacional) é uma organização financeira internacional que nasceu em 1944, dos acordos de Bretton Woods. O principal objetivo desta organização era reconstruir o sistema monetário internacional após a Segunda Guerra Mundial.

 O Fundo Monetário Internacional é uma organização financeira internacional, considerada hoje como a instituição financeira mais importante e poderosa em todo o mundo.

Esta organização nasceu em 1944, e começou a funcionar em 1945. Sua origem remonta aos acordos alcançados em Bretton Woods após a Segunda Guerra Mundial; momento em que se decide criar tal organismo-em adição a outros como o Banco Mundial — visando reconstruir o sistema monetário internacional após o conflito bélico.

Esse nasce das recomendações emitidas pelos economistas Harry Dexter e John Maynard Keynes. Inicialmente, foram 44 os países que se aliaram para fundar e colocar em funcionamento a instituição. Hoje, essa organização tem 190 países membros.

Em um primeiro momento, como comentamos, o objetivo do FMI era reconstruir o sistema monetário internacional após a Segunda Guerra Mundial. No entanto, após a reconstrução deste, e já no presente, o FMI se tornou o eixo do sistema monetário internacional, ao mesmo tempo que zela pela estabilidade financeira, pela promoção do comércio internacional, o crescimento econômico sustentado e sustentável e a criação de emprego.

Em resumo, falamos de um organismo multilateral que promove a cooperação entre países, ao mesmo tempo que zela pelo bom funcionamento da economia ao nível mundial.

Objetivos do Fundo Monetário Internacional

Atendendo ao ato fundacional de tal organismo, os principais objetivos que o FMI persegue são os seguintes:

  • Promover a cooperação monetária internacional.
  • Encorajar a expansão do comércio internacional e do crescimento econômico.
  • Desencorajar políticas que prejudiquem a prosperidade.
  • Alcançar taxas de câmbio sustentáveis.
  • Ajudar, com recursos, a países membros que atravessam dificuldades econômicas.
  • Zelar pela estabilidade financeira e econômica ao nível mundial.

A razão de ser desta organização, tendo em vista os objetivos previamente mencionados, é alcançar um crescimento e uma prosperidade sustentáveis para cada um dos 190 países membros.

Por esta mesma razão, o FMI é administrado pelos países membros, aos quais deve prestar contas.

Funções do Fundo Monetário Internacional

Visando alcançar os objetivos previamente descritos, o Fundo Monetário Internacional realiza uma série de ações, entre as quais se destacam as seguintes:

  • Supervisão da economia: A organização realiza um acompanhamento constante da evolução econômica e financeira dos países membros, ao mesmo tempo que oferece aconselhamento àqueles que necessitam.
  • Assistência financeira aos países. Visando auxiliar os países que enfrentam dificuldades, o FMI concede empréstimos e outras ajudas financeiras aos países membros. E faz isso, por exemplo, através dos direitos de saque especiais.
  • Fortalecimento das capacidades e fraquezas dos países. Da mesma forma, visando garantir a sustentabilidade dos países membros, a organização oferece assistência técnica e treinamento para auxiliar os governos a implementar políticas econômicas sólidas.

Em essência, o FMI apoia políticas econômicas que promovem a estabilidade financeira e a cooperação monetária, essenciais para o crescimento da produtividade, a criação de empregos de qualidade e o bem-estar econômico mundial.

Para realizar estas ações, o FMI é financiado por contribuições proporcionais feitas pelos países membros. Desta forma, aqueles países que têm mais recursos devem contribuir mais, enquanto aqueles que têm menos recursos devem contribuir menos.

Sede do Fundo Monetário Internacional

A sede do Fundo Monetário Internacional (FMI) está localizada na capital dos Estados Unidos, em Washington DC.

Especificamente, está localizada no seguinte endereço: 700 19th Street, N.W., Washington, D.C. 20431.

Membros do Fundo Monetário Internacional

Podemos dizer que, atualmente, todos os países do mundo são membros do Fundo Monetário Internacional.

Conforme a lista oficial de membros, mais de 190 países são membros.

Considerando que o número de países em todo o mundo é 197, muito poucos países não fazem parte deste importante organismo, bem como das ações que realiza.

Origem e história do Fundo Monetário Internacional

Como mencionamos no início do artigo, o Fundo Monetário Internacional foi criado em 1944, por 44 países fundadores e graças às recomendações dos economistas Harry Dexter White e John Maynard Keynes.

O organismo, apesar de ter sido criado em 1944, começou a funcionar em 1945.

Sua origem remonta aos acordos alcançados em Bretton Woods após a Segunda Guerra Mundial; momento em que se decidiu criar tal organismo — além de outros como o Banco Mundial — para reconstruir o sistema monetário internacional após o conflito bélico.

Nesta reunião, os países concordaram em estabelecer um quadro de cooperação econômica internacional, sendo o objetivo deste evitar que as desvalorizações monetárias que, nos anos trinta, motivaram e provocaram a Grande Depressão, se repetissem.

Atualmente, e como mencionamos anteriormente, o FMI tem mais de 190 países membros, que financiam as operações do organismo em troca de prestar contas a eles. E se concentra, como dissemos, em promover a estabilidade financeira e a cooperação monetária; dois objetivos essenciais para o crescimento da produtividade, a criação de empregos de qualidade e o bem-estar econômico mundial.

Artigos Relacionados

Deixar uma Resposta

Leave a Comment

Sii il primo a commentare!
Commento