O que é Teoria de DOW na análise técnica

Teoria de Dow aprender tudo

A análise técnica é uma ferramenta essencial para os investidores que buscam obter vantaegens no mercado financeiro. Ela consiste em estudar os padrões de comportamento dos preços dos ativos, utilizando gráficos, indicadores e outras ferramentas matemáticas e estatísticas. 

O objetivo é identificar as tendências, os suportes, as resistências e os pontos de reversão dos movimentos do mercado, a fim de tomar decisões mais assertivas de compra e venda. Neste artigo, explicaremos o que é a Teoria de Dow, quais são os seus princípios e como aplicá-la.

Quem foi Charles Dow?

Charles Dow foi um jornalista e economista norte-americano, considerado o pai da análise técnica moderna. Ele foi o fundador do jornal The Wall Street Journal e coautor do desenvolvimento do índice Dow Jones, que mede o desempenho das principais empresas da bolsa de Nova York. Dow foi o primeiro a observar e sistematizar os movimentos dos preços dos ativos, criando uma teoria que leva seu nome e que serve de base para muitas outras técnicas de análise.

Charles Dow Teoria de Dow

Princípios básicos da Teoria de Dow

A Teoria de Dow se baseia em três princípios fundamentais: Tendências, Reações e Movimentos Secundários.

TendênciasSegundo Dow, os preços dos ativos se movem em tendências, que podem ser de alta, de baixa ou laterais. Uma tendência de alta é caracterizada por uma série de topos e fundos ascendentes, ou seja, cada ponto máximo e mínimo é maior que o anterior. Uma tendência de baixa é o inverso, com topos e fundos descendentes. A tendência lateral ocorre quando os preços oscilam numa faixa estreita, sem uma direção definida.
ReaçõesEm uma tendência principal, existem reações contrárias, os quais são movimentos temporários e menores que interrompem a direção predominante. As reações possibilitam corrigir os excessos de alta ou de baixa dos preços, mas não alteram a tendência principal. Por exemplo, em uma tendência de alta, as reações são as quedas dos preços que ocorrem entre os topos ascendentes.
Movimentos secundáriosSão variações mais significativas e duradouras dos preços, que podem confundir o investidor sobre a tendência principal. Os movimentos secundários podem durar de algumas semanas a alguns meses, e podem representar uma reversão ou uma consolidação da tendência principal. Para identificar se um movimento secundário é uma reversão ou uma consolidação, Dow propôs o uso de médias móveis e indicadores de volume.

Identificando tendências e reversões

Dentre os princípios básicos da teoria de Charles Down podemos destacar as tendências, afinal, são elas que geram as reações e os movimentos secundários. Portanto, a seguir você compreenderá um pouco mais acerca dos princípios fundamentais das tendências e o seu inverso, os movimentos de reversões. 

Tendências 

Uma das premissas da Teoria de Dow é que o mercado se move em três tipos de tendências: primária, secundária e terciária. A tendência primária é a mais duradoura e relevante, podendo durar de meses a anos. A tendência secundária é uma correção da tendência primária, que pode durar de semanas a meses. Uma tendência terciária é a mais curta e menos significativa, que pode durar de dias a semanas.

Reversões de tendência

Outro aspecto importante da Teoria de Dow é a identificação das reversões de tendência, ou seja, quando uma tendência muda de direção. Segundo Dow, as reversões de tendência ocorrem quando os preços rompem os níveis de suporte ou resistência que delimitam os topos e fundos das tendências.

SuporteMaior demanda do que oferta, os compradores tendem a superar os vendedores. Quando os preços rompem um suporte, significa que a demanda foi superada pela oferta, indicando uma mudança na tendência de alta para baixa. 
ResistênciaMaior oferta do que demanda, os vendedores tendem a superar os compradores. Romper a resistência indica uma mudança na tendência de baixa para alta.
Teoria de dow Suporte e Resistencia

Estratégias para reconhecer possíveis reversões de tendência

Para reconhecer possíveis reversões de tendência, o investidor deve observar:

  • Confirmação do rompimento dos níveis de suporte ou resistência, ou seja, se os preços se mantêm acima ou abaixo desses níveis por um período significativo de tempo e com um volume expressivo de negociações.
  • Formação de padrões gráficos que sinalizam reversões de tendência, como topos e fundos duplos ou triplos. 
  • Divergência entre os preços e os indicadores técnicos, como médias móveis, osciladores, volume, entre outros. A divergência ocorre quando os preços e os indicadores se movem em direções opostas, indicando uma perda de força da tendência atual.

Aplicações práticas no mercado atual

A Teoria de Dow é um dos pilares da análise técnica, que visa prever os movimentos dos preços dos ativos financeiros com base em padrões gráficos e indicadores (alguns dos melhores são: Média Móvel, MACD, etc.). Com mais de um século, a Teoria de Dow ainda é válida para os dias atuais porque ela capta a essência do comportamento humano diante das oscilações do mercado. Os investidores ainda são movidos por emoções como medo, ganância, otimismo e pessimismo, que se refletem nos gráficos.

O medo pode levar a vendas em massa e quedas abruptas nos preços, enquanto a ganância pode resultar em comportamento especulativo e bolhas de mercado. Já o otimismo impulsiona o mercado para cima, enquanto o pessimismo o faz recuar. Além disso, o comportamento de rebanho pode levar a movimentos de mercado exagerados. 

Comparação com outros métodos

A aplicação da Teoria de Dow nas análises financeiras pode ser combinada com outros métodos, que analisam outros parâmetros trazendo perspectivas diferentes ou complementares para serem observadas. Conheça algumas a seguir:

Análise fundamentalista visa avaliar o valor intrínseco dos ativos financeiros com base em dados econômicos, financeiros e contábeis das empresas ou setores. Essa análise pode auxiliar o investidor a identificar oportunidades de compra ou venda de ativos que estejam sub ou sobrevalorizados pelo mercado. A análise fundamentalista também pode fornecer informações sobre os fatores externos que podem afetar o mercado, como crises políticas, sociais ou ambientais.

Análise gráfica ou chartista utiliza ferramentas visuais para identificar padrões nos gráficos que podem indicar a continuação ou a reversão de uma tendência. Essas ferramentas incluem linhas de tendência, canais, triângulos, retângulos, cabeça e ombros, fundo e topo duplo ou triplo, entre outras. A análise gráfica pode auxiliar o investidor a antecipar os movimentos do mercado e a definir pontos de entrada e saída das operações.

Análise técnica ou quantitativa utiliza indicadores matemáticos e estatísticos para medir a força, a velocidade, a volatilidade e a direção dos preços dos ativos. Esses indicadores podem ser divididos em três categorias: tendência, osciladores e volume. A análise técnica pode auxiliar o investidor a confirmar ou negar as hipóteses da Teoria de Dow e a identificar sinais de compra ou venda dos ativos.


Desenvolvida há mais de um século, a Teoria de Dow é um dos pilares da análise técnica. Isso porque ela se baseia nas emoções humanas para compreender os movimentos do mercado financeiro e prever cenários futuros. 

Para tornar esse conhecimento ainda mais eficaz, o analista ou investidor pode combinar os conhecimentos apresentados por Charles Dow a outras teorias relevantes, aumentando assim a precisão de suas decisões ou aconselhamentos sobre o mercado financeiro.

Tickmill

8/ 10

Mercado:

Europa, USA, Ásia

Execução rápida sem recotações, todas as estratégias de negociação permitidas.

Spreads desde 0.0 pips

Regulado por la FSA

*Tickmill não é regulada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) no Brasil. Não realizamos nenhuma atividade de marketing ativo nem oferta pública de valores para residentes no Brasil.

Depósito minimo:

R$508.39

Artigos Relacionados

Trading com volume: guia para usá-lo corretamente
Neste guia vamos ver um dos indicadores de trading mais básicos e fundamentais na hora de realizar uma boa operação: o volume de negociação. Dessa forma, veremos o que é volume, como fazer trading com volume, suas características, teorias operacio...

Deixar uma Resposta

Leave a Comment

Sii il primo a commentare!
Commento