Descubra o que são os gráficos semilogarítmicos e como se utiliza

Normalmente, na análise técnica recomenda-se a utilização de gráficos semilogarítmicos, embora na prática raramente sejam utilizados, sendo o mais comum a utilização de gráficos simétricos.

Neste artigo responderemos à pergunta: O que são gráficos semilogarítmicos? Por que são tão importantes? É uma análise que vale a pena realizar? Para que isso é usado?

gráficos semilogarítmicos

O que são gráficos semilogarítmicos?

São conhecidos como gráficos semilogarítmicos porque possui um eixo, geralmente vertical, representando o preço ou cotação e possui subdivisão logarítmica, enquanto o outro eixo, o do tempo, possui subdivisão simétrica.

No gráfico simétrico, um aumento no preço significa a mesma representação gráfica.

Exemplo de gráfico simétrico versus gráfico semilogarítmico

Se comprarmos uma ação por 100 dólares e ela for vendida por 200 dólares, o diferencial ou lucro será de 100 dólares, em termos percentuais o retorno do investimento é de 100%.

No caso de um investidor comprar um título por 200 dólares e vendê-lo por 300 dólares, obteria um lucro de 100 dólares, o mesmo retorno do exemplo anterior em termos monetários, embora em percentagem o lucro tenha sido de apenas 50%.

Estas operações são representadas da mesma forma num gráfico simétrico, embora em termos percentuais ou de retorno do investimento sejam diferentes. Num gráfico simétrico, investir 100 dólares e ganhar 200 dólares e investir 200 dólares e ganhar 300 são a mesma coisa, embora em termos financeiros estejamos cometendo um erro.

A intenção do gráfico semilogarítmico é corrigir este erro, portanto neste tipo de gráfico o aumento de preço na mesma proporção tem uma interpretação gráfica diferente, sendo levado em consideração o avanço percentual; embora para aumentos em termos percentuais os gráficos sejam idênticos.

O que é análise gráfica?

A análise gráfica é uma forma de analisar dados e tendências, visualizando-os para identificar padrões e informações úteis.

Isto significa que é usado para estudar movimentos de preços no passado para prever possíveis resultados futuros.

O objetivo da análise gráfica é obter conclusões sobre o comportamento do mercado a partir da utilização de diversas ferramentas como linhas, canais, ondas ou figuras geométricas entre outros elementos.

O que significa logarítmico?

Logarítmico refere-se a uma função matemática em que o logaritmo (o exponencial oposto de um número) é usado para transformar ou mapear valores. Isto pode ser útil para representar dados dimensionados de diferentes maneiras.

Por exemplo, quando os dados têm um intervalo muito grande, como em um gráfico de barras ascendente, alterar a escala logarítmica ajudará você a ver melhor os detalhes e padrões no conjunto de dados.

Gráficos semi-logarítmicos são um tipo de gráfico que combina elementos lineares e logarítmicos.

Eles são projetados para permitir ao usuário visualizar mudanças em duas escalas diferentes ao mesmo tempo, comumente usadas para representações de quantidades ou mudanças em quantidades ao longo do tempo.

Os eixos horizontais (x) são marcados com números exponenciais, enquanto os eixos verticais (y) são tradicionalmente lineares.

Como você usa um gráfico semilogarítmico?

Um gráfico semilogarítmico é usado para representar graficamente dados cujas magnitudes são separadas por grandes intervalos. Os eixos do gráfico são dimensionados logaritmicamente em vez do incremento linear usual.

Isto significa que, embora os dados subjacentes possam variar amplamente entre si, aparecerão como uma curva suave quando traçados num gráfico semi-logarítmico. Isto torna-o útil para a representação rápida e fácil de várias quantidades complexas (por exemplo, temperaturas extremas) sem distorcê-las demasiado em relação aos seus valores reais.

Gráficos Simétricos vs Gráficos semilogarítmicos

Gráficos simétricos e gráficos semilogarítmicos são dois tipos de gráficos usados na negociação. Ambos têm suas vantagens e desvantagens, portanto a escolha do melhor depende do objetivo específico para o qual são utilizados.

Os gráficos simétricos apresentam uma representação mais geral dos dados, tomando como referência a relação entre os preços num determinado momento e a sua variação ao longo do tempo.

Esta forma de visualizar os dados fornece ao trader uma imagem completa do comportamento do mercado.

Uma grande desvantagem é que não mostram claramente tendências significativas devido a flutuações diárias aleatórias. Além disso, estão sujeitos a distorções quando ocorrem altos e baixos extremamente grandes num curto período (volatilidade do mercado).

Os gráficos semilogarítmicos na negociação são uma ferramenta útil para os traders. Esses tipos de gráficos permitem que o trader veja a ação dos preços em diferentes níveis de preços, permitindo-lhes tomar decisões comerciais mais informadas.

Eles também são úteis porque ajudam a identificar padrões de tendências e possíveis pontos de entrada ou saída. Em geral, os gráficos semilógicos são frequentemente utilizados pelos traders devido às suas características únicas e benefícios potenciais.

Os gráficos semilogarítmicos são adequados para analisar variações do bitcoin?

Sim, os gráficos semi-logarítmicos são uma ferramenta útil para analisar as variações do Bitcoin. Isso porque esse tipo de gráfico permite a visualização de mudanças de escala extremamente grandes, o que é útil quando se trata de moedas digitais voláteis como o Bitcoin.

Os gráficos semilogarítmicos também permitem identificar padrões e relações entre os dados sem a necessidade de transformá-los previamente.

Por outro lado, são particularmente adequados para exibir séries temporais financeiras, uma vez que mostram claramente mínimos e máximos históricos, bem como possíveis tendências futuras.

Como ler e analisar um gráfico de preços do Bitcoin?

Para ler e analisar um gráfico de preços do Bitcoin, primeiro é importante entender as informações que estão sendo apresentadas. Os gráficos normalmente mostram o preço do Bitcoin ao longo do tempo, portanto os primeiros passos envolvem identificar o período de tempo em que as medições são feitas e quais valores elas representam.

Feito isso, padrões podem ser vistos nos dados para determinar como o preço mudou ao longo do tempo.

Isso inclui identificar tendências de aumento ou queda, máximos e mínimos significativos, máximos históricos anteriores e muito mais.

Além de estudar a linha principal de preços, se houver outros indicadores, como volume ou volatilidade, disponíveis para serem examinados, eles podem ser usados para obter uma melhor compreensão do mercado e do seu dinamismo ao longo do tempo.

O que é uma escala logarítmica?

Uma escala logarítmica é uma escala de medição em que cada ponto representa um aumento de magnitude constante. Em vez de representar valores em intervalos iguais, como faria uma escala linear, são usados incrementos exponencialmente maiores entre pontos consecutivos. Ele foi projetado para dar ao gráfico a aparência compacta necessária para ver pequenas variações em valores extremamente grandes e também mostrar os dados com mais detalhes quando os dados são agrupados.

O que é um gráfico em escala logarítmica?

Um gráfico de escala logarítmica é um tipo de diagrama que usa uma escala logarítmica para representar quantidades.

Em vez de serem apresentados com valores lineares (1, 2, 3, 4…), os dados são apresentados como potências de um número (10^0 = 1; 10^1 = 10; 10^2 = 100) .

Isso permite visualizar mudanças significativas entre quantidades muito diferentes. Um exemplo típico seria comparar a área total de países e estados separados usando o mesmo gráfico.

Qual é a diferença entre escalas logarítmicas e semi-logarítmicas?

Uma escala logarítmica é uma escala gráfica em que os intervalos entre dois números consecutivos aumentam exponencialmente, enquanto uma escala semi-logarítmica é onde apenas o eixo y (ou vertical) está em escalas logarítmicas. Isso significa que o eixo x (ou horizontal) ainda representa valores lineares, permitindo uma melhor comparação dos tamanhos relativos das grandezas envolvidas.

A principal vantagem de utilizar escalas semilogarítmicas para proporções desiguais ou relações não lineares entre variáveis resultantes.

O que são escalas relativas?

Escalas relativas são um tipo de medida que serve para comparar magnitudes, colocando-as em relação umas às outras. Nesta escala não existem valores absolutos, mas a diferença entre os dois extremos é importante e é medida em relação ao outro valor.

Esta escala permite classificar diferentes elementos em categorias de acordo com seu tamanho ou intensidade, sem a necessidade de atribuir-lhes números exatos.

Por exemplo, a Escala Saffir-Simpson para medir o grau de destruição causado por um furacão ordena cinco níveis da “categoria 1” à “categoria 5”.

Quando uma escala é relativa?

Uma escala relativa é aquela em que os valores numéricos não medem quantidades absolutas, mas sim diferenças entre duas ou mais coisas.

Numa escala relativa, a relação entre os números e os seus significados pode variar dependendo de como as categorias de medição são definidas.

Por exemplo, os tamanhos “pequeno”, “médio” e “grande” não estão vinculados a nenhuma medida física, como centímetros ou pés; Ou seja, são rotulados com valores numéricos sem que estes representem magnitudes absolutas.

Artigos Relacionados

Deixar uma Resposta

Leave a Comment

Sii il primo a commentare!
Commento