Principais Mercados de Futuros ao Redor do Mundo

É de conhecimento geral que o termo “investimento” está atrelado a algum tipo de esforço, seja ele de tempo, dinheiro ou trabalho. 

Quando falamos de investimento financeiro, pensamos em aplicar valores em uma oportunidade que acreditamos que renderá lucros no futuro, ainda assim, sabemos que o mercado é imprevisível e que tudo pode mudar a qualquer momento.

Assim, uma possibilidade para proteger seus investimentos é investir no mercado de futuros.

Os contratos de futuros são uma oportunidade para o investidor, que quer resguardar seu dinheiro e ter maior controle de seus ganhos, já que o contrato de futuros têm valores e datas pré-determinadas.

Continue a leitura para entender as principais informações sobre o tema!

O que são mercados de futuros? 

O Mercado Futuro é um ambiente que existe na Bolsa de Valores, onde são negociados contratos padronizados em termo de quantidade, vencimento e especificidades, e que podem ser de compra ou venda de ativos que serão realizados em uma data futura.

Definição e funcionamento básico 

Nesse mercado, o investidor pode assumir duas opções:

  • Comprada: onde ele concorda em comprar determinadas ações no preço acordado e na data preestabelecida; ou
  • Vendida: na qual o investidor concorda em vender ações na data combinada e pelo valor estipulado.

Como os contratos futuros impactam o mercado financeiro 

Basicamente, a utilização de contratos futuros têm duas funções, a de proteção ou hedge e a de especulação.

No caso da função de proteção, o objetivo é proteger o investidor das volatilidades do mercado, através de um contrato com valores e datas predeterminadas.

Já no caso da especulação, os investidores acompanham o mercado para realizar suas ofertas de compra e venda e tentar ganhar dinheiro no curto prazo. Em ambos os casos, o mercado é afetado pela oferta e demanda de determinados ativos, fazendo com que seus preços cresçam ou diminuam.

Mercados de Futuros na América do Norte

Na América do Norte, os futuros são contratos derivados de outros índices americanos, que também seguem o padrão de possuir data de vencimento e valores previamente definidos.

CME Group (Chicago Mercantile Exchange & Chicago Board of Trade) 

O CME Group é uma bolsa, que tem como objetivo conceder novas formas de gerenciar riscos e melhorar o desempenho dos investidores, através da disponibilização de seis classes de produtos, que auxiliam o usuário a encontrar novas possibilidades e diversificar seus investimentos.

ICE (Intercontinental Exchange)

Foi uma das primeiras exchanges a digitalizar a bolsa, e vem sendo reconhecida pela automatização da indústria, captação de capital, indexação entre outros. É um forte mercado de futuros nos Estados Unidos e tem acesso direto ao mercado da Ásia. 

Mercados de Futuros na Europa 

O mercado europeu é um dos mais antigos e relevantes do mundo, por se tratarem de países que possuem grande influência ao redor do globo e também por serem considerados ricos e desenvolvidos

Considerando essas razões, suas bolsas de valores costumam ser bastante atrativas aos investidores.

EUREX (Bolsa de Derivativos Europeia) 

É um mercado que tem foco principal na comercialização de derivativos e trata-se de um dos maiores do mundo quando se fala de opções e de futuros. É possível operar eletronicamente a partir de mais de 700 locais no mundo.

ICE Futures Europe 

Com sede em Londres, a ICE é uma das maiores bolsas de futuros do mundo, comercializando principalmente energia, e opções de petróleo, juros, derivativos de ações, gás natural, energia, carvão, emissões e commodities leves.

Mercados de Futuros na Ásia 

O mercado asiático ganhou destaque nas últimas décadas, pelo fato de seus principais países se tornarem potências presentes entre as maiores economias do mundo

O fluxo financeiro atual está cada vez mais globalizado, e as movimentações de capital que ocorrem em um país acabam influenciando em outro. 

Shanghai Futures Exchange (SHFE) 

A Shanghai Futures Exchange foi criada em dezembro de 1999, a partir da junção de três outras bolsas de futuro. Atualmente, conta com seis opções de commodities como cobre, borracha natural, ouro, alumínio, zinco e petróleo bruto.

Além de 20 tipos de contratos futuros, entre os quais estão o cobre, alumínio, zinco, chumbo, níquel, estanho, ouro, prata, vergalhão de aço, fio-máquina de aço, bobina laminada a quente, óleo combustível, petróleo bruto, betume, borracha natural, celulose, TSR 20, aço inoxidável, LSFO e cobre ligado.

Tokyo Commodity Exchange (TOCOM) 

A Tokyo Commodity Exchange foi fundada em 1984, a partir da união entre a Tokyo Textile Exchange, a Tokyo Rubber Exchange e a Tokyo Gold Exchange.

Trata-se da maior bolsa de futuros de mercadorias do Japão e que regulamenta a comercialização de commodities nacionais. A exchange negocia principalmente metais preciosos e produtos agrícolas.

Mercados de Futuros na América Latina 

Mesmo se tratando de um mercado emergente, a América Latina tem sido considerada promissora para fechamento de negócios e para realização de investimentos. 

Apesar de não ser uma das maiores capitalizações do mundo, o mercado é procurado, principalmente, para fins de diversificação.

BM&F Bovespa (Brasil) 

A B3 é uma das maiores bolsas de valores do mundo, inclusive em valor de mercado e realiza atividades de negociação, compensação, liquidação, depósito e registro de ativos, como por exemplo ações, renda fixa, derivativos de moedas, títulos, commodities, entre outros. 

Também é importante destacar que a B3 é a bolsa que mais negocia contratos futuros no mundo, e ela conta não só com a participação de investidores brasileiros, mas também de estrangeiros.

Bolsa de Comercio de Rosario (Argentina) 

A Bolsa de Valores de Rosário foi criada em 22 de novembro de 1927, como objetivo de promover negociações de ações, títulos, valores imobiliários e letras de câmbio, além de liquidações de contratos e garantia de operações e venda de títulos.

A maior parte da comercialização do mercado de futuros é voltada para os produtos agrícolas com foco em grãos. Atualmente é possível encontrar na Bolsa Brasil Balcão (b3), contratos de futuro de peso Argentino. 

Características distintas dos mercados de futuros globais 

Quando falamos de contratos de futuros, é possível negociar vários ativos e índices, e montar carteiras diversificadas para aproveitar as oportunidades de mercado.

Diversidade de commodities e ativos negociados 

No Brasil, os principais contratos negociados são: Índice Bovespa, S&P 500, Dólar, Boi Gordo, Milho e Café

Regulamentação e supervisão em diferentes regiões 

Especificamente no caso do Brasil, com a Lei 10.303/2001, futuros e derivativos foram adicionados como produtos de valores mobiliários e portanto passaram a ser regulados pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Assim, a CVM passa a responder integralmente pela supervisão e regulamentação desses ativos financeiros dentro do país.

A relevância dos mercados de futuros no cenário econômico atual 

Os contratos futuros se destacam no cenário mundial, principalmente por sua dinamicidade e versatilidade, por serem  sempre padronizados e poderem transitar entre quatro grandes segmentos: juros, commodities, moedas e índices.

São ativos que atendem a diversos tipos de investidores com interesses distintos, e com a mesma eficiência, além de adicionarem mais segurança com relação à variação dos preços.

Como os mercados de futuros ajudam na previsão de preços 

Os mercados futuros são importantes para a regulação dos preços, porque, de forma geral, como se tratam de contratos de compra e venda para o futuro, o investidor tem uma ideia de quais seriam os valores de determinados ativos a longo prazo, isso proporciona maior regularidade aos mercados e auxilia no controle de oferta e demanda.

O papel dos mercados de futuros na gestão de riscos 

Os contratos futuros desempenham uma função importante quando se fala de gestão de riscos. De maneira geral, esse mecanismo se relaciona com o investidor e a forma como ele opera.

No caso dos hedgers, o objetivo é eliminar os riscos de variação nos preços dos ativos. Já no caso dos especuladores, o foco está em assumir maiores riscos, justamente pela possibilidade de conseguir uma maior remuneração.

Perguntas frequentes sobre mercados de futuros 

A seguir, confira as respostas para as principais perguntas sobre mercados futuros:

  • Qual a principal característica dos mercados futuros?

Padronização de contratos.

  • Quais são os tipos de mercados futuros?

Juros, moedas, índices e commodities.

  • Como funciona o mercado de futuros?

Os valores dos ativos são negociados na data atual, mas mediante as expectativas de valores para o longo prazo, assim, os contratos são fechados para uma data no futuro.

Como os contratos futuros são liquidados? 

Como os contratos futuros têm preços e datas predeterminados, sua liquidação só ocorre na data combinada e pelo valor estipulado, podendo configurar lucro ou perda.

Já no caso de querer liquidar as operações antes da data prevista, o investidor deve entrar no mercado na posição oposta com o mesmo valor e quantidade de ativos. Por exemplo, se antes você tinha um contrato de compra, agora você deve tentar vender.

Quais são os riscos associados à negociação de futuros?

Apesar de um dos objetivos de negociar contratos futuros ser, justamente, proteger o investidor e minimizar os riscos, é preciso conhecer bem o tipo de operação que irá realizar, e o que isso implica.

Essa modalidade demanda um conhecimento maior e um investidor com um perfil mais agressivo. Um exemplo de risco associado é o de alavancagem, que o investidor corre quando não sabe fazer uma gestão de riscos eficiente e trabalhar com o recurso de Stop Loss. 

Conclusão

De maneira geral, os contratos de futuros são uma ótima opção de investimento, principalmente para aqueles investidores que conhecem bem o mercado e buscam novas possibilidades para diversificar seu portfólio.

É importante conhecer bem os tipos de produtos oferecidos e montar uma estratégia conforme seus objetivos e considerando o risco que você está disposto a correr.Agora, que tal ler o conteúdo que fala sobre as diferenças entre os mercados de opções e futuros?

Artigos Relacionados

Deixar uma Resposta

Leave a Comment

Sii il primo a commentare!
Commento