Como investir em Gás? | Ações e ETFs

Neste artigo explicamos como investir em gás através de ações e seus derivativos para diversificar sua carteira.

Que tipos de gás existem?

Existem muitas fontes de energia que, sem perceber, utilizamos no nosso dia a dia para satisfazer as nossas necessidades e uma delas é o gás . Mesmo com tudo, existem várias alternativas dentro desse mercado com vantagens e desvantagens. 

Gás natural

O gás natural é aquele que tem maior presença nas nossas vidas. Goza do favor da maioria dos consumidores. Embora se deva ter em mente que sua descoberta como motor de movimento vem depois da descoberta dos gases derivados do petróleo devido ao alto custo de seu armazenamento e transporte.

O gás natural, porém, deve ser entendido que nada mais é do que uma mistura de gases com predominância de metano – entre 75% e 95% – que se forma em depósitos geológicos e fósseis . Gerador de energia que, de qualquer forma, nada mais é do que uma fonte de transição já que seu uso emite metano na atmosfera e, consequentemente, contribui para o aumento da emissão de gases de efeito estufa.

Gás natural liquefeito (GNL)

Por outro lado, o olho está no gás natural liquefeito (GNL) que é processado para ser transportado na forma líquida. Por que a matéria-prima se liquefaz? Nesse caso, a resposta é simples: facilita o transporte por barco e permite percorrer longas distâncias desde sua extração até o ponto de consumo.

A grande vantagem de liquefazer o gás natural é que seu volume diminui 600 vezes, embora seu peso seja constante. Ou seja, não pesa menos, mas ocupa menos. Este é o contexto da crise energética e do aumento das importações de gás natural liquefeito.

👉Descubra outras commodities baseadas em combustíveis fósseis em nosso artigo a seguir: Como investir em matérias-primas

Gás Natural no Brasil: Oportunidades e Desafios

O Brasil, ao longo dos anos, consolidou-se como uma potência emergente no cenário global de gás natural, em grande parte devido às suas vastas reservas naturais e à crescente demanda interna por fontes de energia mais limpas e eficientes. A descoberta de imensas reservas no pré-sal, localizadas nas profundezas do oceano Atlântico, revolucionou a indústria de gás e petróleo do país, atraindo investimentos bilionários e colocando o Brasil no mapa dos maiores produtores de hidrocarbonetos do mundo.

Este cenário promissor é complementado por um esforço contínuo na expansão e modernização da infraestrutura de gás. Com a construção de novos gasodutos, terminais de regaseificação e estações de tratamento, o país tem buscado não apenas atender à demanda interna, mas também se posicionar como um exportador relevante na América Latina.

Para investidores, o setor de gás brasileiro apresenta diversas oportunidades. Uma delas é a aquisição direta de ações de gigantes do setor, como a Petrobras, que desempenha um papel central na exploração, produção e distribuição de gás no país. Além disso, há uma variedade de ETFs (Exchange Traded Funds) disponíveis no mercado que rastreiam o desempenho do setor de gás, permitindo que investidores tenham uma exposição diversificada a várias empresas simultaneamente.

A transição global para fontes de energia mais limpas e a necessidade de diversificar a matriz energética brasileira, tradicionalmente dependente de hidrelétricas, tornam o gás natural uma opção estratégica. Ele é visto não apenas como uma alternativa de transição para um futuro mais sustentável, mas também como uma matéria-prima com potencial de gerar retornos atrativos no médio e longo prazo.

No entanto, é fundamental que os investidores estejam cientes das nuances do mercado brasileiro. O setor de gás, embora promissor, é permeado por desafios regulatórios, econômicos e geopolíticos. Uma análise cuidadosa e uma estratégia bem informada são essenciais para navegar por este mercado dinâmico e complexo.

Como posso investir em gás natural?

Investir em gás natural é uma das commodities mais populares e ativas, devido à sua alta volatilidade e sólidas previsões de crescimento .

Como investimento, o gás natural tende a sofrer grandes oscilações diárias , devido a sua liquidez e altos volumes de negociação . Essas duas características da commodity são o que podem causar prejuízos significativos para alguns investidores, mas ao mesmo tempo são o que a definem como um bom instrumento de investimento de curto prazo.

A seguir, veremos as diferentes formas de investir em gás

Onde está listado o gás natural?

Entender como esse ativo está cotado no mercado e sua evolução é fundamental para saber como proceder para investir nele. Em primeiro lugar, vale ressaltar que o gás natural está listado na NYMEX (New York Mercantile Exchange), bolsa de commodities, e na London Futures Markets , especificamente, na International Petroleum Exchange (IPE).

Os referidos pares são mercados internacionais, embora se possa abordar o gás natural a partir do território nacional com referências como o índice TTF que é calculado na Holanda e que tem reportado a este país a venda de gás natural e proveitos de cerca de 160.000 milhões de euros desde sua exploração começou na década de 1970.

Compre ações de empresas produtoras de gás natural na bolsa de valores

No mundo das ações existem diferentes oportunidades quando se trata de investir em gás natural. As ações relacionadas a esta commodity são normalmente de empresas dedicadas à exploração de gás natural , ou refino, e além da exposição ao gás natural, oferecem uma série de vantagens em relação a outras opções de investimento; como dividendos e alta liquidez.

Deixo uma lista de algumas ações para investir em gás natural e GNL

EmpresaTicker
Atmos EnergyATO
Royal Dutch Shell
R6C0.DE
Exxon MobileXOM
Naturgy
NTGY
Devon EnergyDVN
NiSource UnitsNIMC

Alguns dados interessantes:

  • Exxon Mobil (XOM) – Embora esta empresa seja mais conhecida pela produção de petróleo bruto do que por gás natural e oleodutos ; estes últimos trazem um grande número de benefícios para o negócio. As ações da Exxon Mobil oferecem um retorno de 3,65% por ação em dezembro de 2022.
  • Devon Energy Corporation (DVN): Devon tem acesso à maioria dos mercados de gás natural e especula-se que vá para o GNL nos próximos anos. A DVN ofereceu um retorno por ação de 2,38%.

👉 Consulte nosso artigo: Melhores Corretoras Online para Comprar Ações

Comprar ETFs de gás

Você pode investir em gás natural por meio de um ETF ou fundo negociado em bolsa.

Fundos que são transaccionados e que, no caso desta matéria-prima, nos permitem fazê-lo por duas vias, quer as que acompanham o próprio preço do gás, quer através das acções de empresas cotadas cujo principal negócio é o gás natural.

ETFsTicker
iShares Petróleo e Gás Exploração e Produção UCITS ETFIS0D
Lyxor STOXX Europe 600 Oil & Gas UCITS ETF – AccLIXOIL
Invesco European Oil & Gas Sector UCITS ETFSC0V
WisdomTree Natural GasNGAS

👉 Consulte nosso artigo: Melhores Corretoras para Investir em ETFs no Brasil

Invista em derivativos de gás natural

Originalmente, a exposição a commodities era feita por meio de contratos futuros. No entanto, essas opções escondem alguns riscos que devem ser conhecidos e levados em consideração, pois não são adequados para um investidor de varejo ou um novo em operações de mercado.

Os contratos futuros de gás natural estão listados no NYMEX e no IPE:

  • O gás natural (GN) são os contratos mais populares e opcionais. Um contrato representa 10 bilhões de unidades térmicas britânicas (mmBtu).
  • The Nery Hub Natural Gas Last Day (HH): São os futuros financeiros para os retardatários mais distantes, os do último dia representam 10.000 mmBtu e o futuro é definido no último dia de negociação de cada mês de vencimento.
  • O E-mini Gás Natural representa 2.500 mmBtu e é uma opção para os varejistas operarem com essa commodity.

Os derivativos mais comuns para investir em gás natural são:

Por que investir em gás natural?

Entre a grande variedade de opções, há opções para diversificar o portfólio usando produtos energéticos com os quais aumentar a rentabilidade dos portfólios.

  • Fonte insubstituível de energia: É verdade que os países ocidentais estão fazendo todo o possível para depender menos de matérias-primas como gás ou petróleo, mas hoje continuam sendo uma fonte de energia difícil de competir.
  • Sustentação do crescimento econômico como resultado do tráfico de matérias-primas.
  • É barato: Na última década tivemos preços relativamente baixos no mercado de gás, devido ao fato de sua extração e embarque serem baratos (se for feito em grande escala, claro). Apenas algumas questões geopolíticas, e uma transição energética difícil de concretizar, têm levado à escassez desta matéria-prima, e é isso que a está a tornar mais cara.

Porém, entre tantas luzes existem sombras como a alta volatilidade para a qual o fator especulativo também deve ser levado em conta e a contradição das ações por terem, tradicionalmente, um retorno que vai na contramão das tendências do mercado .mercado. E a tudo isso, somam-se os danos ao meio ambiente que sua exploração pode causar.

PrósContras
✅ Fonte de energia ainda insubstituível❌ Especulação
✅ Boa relação poder calorífico-preço❌ Alta volatilidade
✅ Mercado com alto
volume de negociação (liquidez)
❌ Não é uma energia renovável

Em suma, investir em gás é uma das principais opções para traders que movimentam-se livremente nos mercados financeiros, tem as duas características mais procuradas; alto volume de negociação (liquidez) e volatilidade .

Perguntas frequentes sobre gás natural

Onde há gás no Brasil?

O Brasil é um país dotado de vastos recursos naturais, e quando se trata de gás natural, não é diferente. As reservas de gás natural estão distribuídas em diferentes regiões, tanto em terra (onshore) quanto no mar (offshore). Vamos explorar os principais locais:

  1. Bacia de Campos: Localizada no litoral do estado do Rio de Janeiro, a Bacia de Campos é uma das mais importantes e produtivas bacias petrolíferas do Brasil. Além do petróleo, essa bacia também é rica em gás natural.
  2. Bacia de Santos: Situada ao sul da Bacia de Campos, estende-se pelos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Santa Catarina. É aqui que se encontra o pré-sal, uma camada profunda sob o leito marinho que contém significativas reservas de petróleo e gás.
  3. Bacia do Amazonas: Localizada na região Norte, esta bacia tem potencial para gás natural, embora sua exploração ainda seja limitada em comparação com as bacias do litoral.
  4. Bacia do Parnaíba: Situada no Nordeste, mais precisamente no Maranhão, esta bacia tem mostrado potencial para a produção de gás natural.
  5. Bacia do Espírito Santo: Localizada no litoral do estado homônimo, esta bacia também possui reservas de gás natural, embora em menor quantidade em comparação com as bacias de Campos e Santos.
  6. Bacia de Sergipe-Alagoas: Esta bacia, que abrange os estados de Sergipe e Alagoas, tem atraído atenção recentemente devido a novas descobertas de gás natural.

Além dessas bacias, o Brasil tem explorado outras áreas potenciais, tanto onshore quanto offshore. Vale ressaltar que a exploração e produção de gás natural no país estão em constante evolução, com novas tecnologias permitindo o acesso a reservas anteriormente inacessíveis.

A crescente demanda por fontes de energia mais limpas tem impulsionado os investimentos no setor de gás natural, tornando o Brasil um player relevante no cenário energético global. A diversificação das fontes de energia e a busca por alternativas mais sustentáveis colocam o gás natural como um componente estratégico na matriz energética brasileira.

Que tipo de mercado é o gás natural?

Para percebermos de que tipo de mercado estamos a falar, devemos recuar até 2015 com a promulgação da Lei dos Hidrocarbonetos, que instituiu o Mercado Ibérico do Gás , dando início ao mercado tradicional, o mercado organizado do gás que permitiu o lançamento de uma maior transparência relativamente preços do gás e um aumento da concorrência no mercado.

Em contraste, existe um outro mercado de gás natural não regulamentado em que os contratos são estabelecidos pelos agentes do mercado sem qualquer tipo de regulação para operar.

Qual é o nome do gás natural no mercado?

Assim, encontrar os tickers para operar com gás é vital para obter retornos dessa matéria-prima que chamamos de:

NGc1CME (EUA)
NGc2CME (EUA)
NGc3CME (EUA)
MNGc1MCX (Índia)
MNGc2MCX (Índia)
MNGc3MCX (Índia)
NGLNSc1ICE (EUA)
NGLNSc1ICE (EUA)
NGLNSc1ICE (EUA)

Quanto tempo vai durar o gás natural?

A incerteza que a Guerra da Ucrânia nos faz enfrentar não nos permite ter ideias claras sobre o que vai acontecer ao mercado do gás natural. Hoje, tudo o que temos são dados históricos e tendências.

A Rússia é o maior exportador de gás para a União Europeia, de acordo com números publicados pela BP Statistical Review of World Energy. Em 2020, a Rússia vendeu 184,9 BCM. Quase 90% desta venda ocorreu através de gasodutos e pouco menos de 10% como Gás Natural Liquefeito (GNL).

Na Europa assistimos a um excesso de procura que poderá levar a um aumento de preços e facturas no mercado, apesar dos adiamentos do inverno por ter conseguido encher os armazéns antes da chegada do frio.

Qual derivativo financeiro você escolhe para seu investimento em gás natural?

Tickmill

8/ 10

Mercado:

Europa, USA, Ásia

Execução rápida sem recotações, todas as estratégias de negociação permitidas.

Spreads desde 0.0 pips

Regulado por la FSA

*Tickmill não é regulada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) no Brasil. Não realizamos nenhuma atividade de marketing ativo nem oferta pública de valores para residentes no Brasil.

Depósito minimo:

R$508.39

Artigos Relacionados

Melhores Cursos de Trading no Brasil
Atualmente, a popularização dos investimentos tem impulsionado uma crescente busca por conhecimento no mundo do trading. Investidores de todos os níveis estão percebendo a importância de uma formação especializada e sólida para tomar decisões m...