Gestão de Ativos: O que é e como funciona?

O que significa a expressão do mercado de ações Gestão de Ativos? Neste artigo, explicamos o que é, a importância disso e como encontrar corretores especializados neste tipo de prática, principalmente relacionada à gestão de grandes patrimônios.

O que é “Asset Management”?

“Asset Management” (gestão de ativos) é o processo de administrar e supervisionar um portfólio de ativos financeiros, como ações, títulos, fundos de investimento, imóveis e outros ativos. O principal objetivo do asset management é maximizar o retorno do portfólio e reduzir o risco de perda ao mesmo tempo.

Os gestores de ativos são profissionais financeiros que gerenciam ativos em nome de investidores individuais, empresas, fundos de pensão e outras instituições financeiras. Desta forma, os gestores de ativos podem trabalhar em empresas de gestão de ativos, bancos de investimento, fundos de hedge e outras empresas financeiras.

Os serviços oferecidos pelos gestores de ativos incluem:

  • Seleção de ativos para o portfólio
  • Diversificação do portfólio para reduzir o risco
  • Monitoramento contínuo do portfólio
  • Realização de ajustes para manter um equilíbrio adequado entre risco e retorno.

gestão de ativos também pode incluir a administração de ativos imobiliários, que envolve a gestão de propriedades, a supervisão de reparos e manutenção, a gestão de arrendamentos e a maximização das receitas geradas pela propriedade.

Tipos de ativos próprios do asset management

Vamos agora ver todos esses ativos nos quais os gestores de ativos podem ser especialistas em sua gestão:

Ações

As ações são instrumentos financeiros que representam uma parte da propriedade de uma empresa. Quando uma empresa emite ações ao público, as pessoas podem comprar ações da empresa e se tornar acionistas, o que significa que têm direito a receber uma parte dos lucros e a participar na tomada de decisões da empresa. As ações são uma forma comum de investimento e podem fornecer aos investidores uma fonte de renda através de dividendos e crescimento do valor das ações.

Fundos de pensão

Os fundos de pensão são fundos de investimento que são usados para acumular fundos destinados à aposentadoria dos trabalhadores. Esses fundos são administrados por entidades especializadas, como companhias de seguros ou administradoras de fundos de pensão, e são financiados pelas contribuições feitas pelos empregadores e pelos trabalhadores.

O objetivo dos fundos de pensão é fornecer uma fonte de renda para os trabalhadores quando se aposentam, permitindo-lhes manter um nível de vida adequado após a aposentadoria. Os fundos de pensão investem em uma ampla gama de ativos, incluindo ações, títulos e imóveis, com o objetivo de gerar retornos a longo prazo e aumentar o valor dos fundos.

O acesso aos fundos de pensão e as condições de retirada podem variar de acordo com o país e a regulamentação local. Normalmente, os trabalhadores podem escolher entre diferentes planos de pensão e fazer contribuições adicionais para aumentar o tamanho de seu fundo de pensão.

REITs

Os REITs (Real Estate Investment Trusts) são fundos de investimento especializados em imóveis que investem em propriedades imobiliárias e que são negociados em bolsa. Esses fundos permitem aos investidores participar indiretamente da propriedade de ativos imobiliários, já que os REITs possuem e administram um portfólio de propriedades, como edifícios de escritórios, centros comerciais, hotéis e outros imóveis.

Os REITs geram renda através do aluguel dessas propriedades e, em alguns casos, através da venda das mesmas. A maioria dos REITs distribui a maior parte de seus lucros aos investidores na forma de dividendos, o que os torna uma opção atraente para os investidores em busca de renda estável. Além disso, os REITs oferecem uma maneira relativamente acessível e eficiente de investir no mercado imobiliário, pois permitem aos investidores diversificar sua carteira de investimentos sem ter que comprar uma propriedade imobiliária por conta própria.

Como funciona o Asset Management?

O funcionamento do asset management envolve várias etapas-chave, que incluem:

  1. Estabelecer os objetivos de investimento: O primeiro passo na gestão de ativos é estabelecer os objetivos de investimento do cliente. Esses objetivos podem incluir a maximização do retorno, a minimização do risco, o crescimento do capital a longo prazo, a geração de renda e outros objetivos específicos.
  2. Seleção de ativos: Uma vez que os objetivos de investimento são estabelecidos, o gestor de ativos seleciona os ativos adequados para a carteira. Como vimos, isso pode incluir ações ou fundos, mas também títulos, imóveis, ativos líquidos e outros ativos financeiros.
  3. Diversificação da carteira: A diversificação é um elemento importante da gestão de ativos, e o gestor de ativos trabalhará para criar uma carteira diversificada que reduza o risco de perda. Isso pode envolver a seleção de ativos de diferentes classes de ativos, setores, geografias e outros fatores.
  4. Monitoramento e ajuste da carteira: Uma vez que a carteira é criada, o gestor de ativos a supervisiona continuamente para garantir que ela permaneça alinhada com os objetivos de investimento. Se necessário, o gestor de ativos fará ajustes na carteira para manter um equilíbrio adequado entre risco e retorno.
  5. Relatório ao cliente: O gestor de ativos fornecerá relatórios regulares ao cliente sobre o desempenho da carteira e qualquer mudança feita na carteira. Isso ajuda o cliente a entender como seus ativos estão sendo gerenciados e como estão progredindo em direção a seus objetivos de investimento.

Em resumo, a gestão de ativos envolve estabelecer objetivos de investimento, selecionar ativos, diversificar a carteira, monitorar e ajustar a carteira e fornecer relatórios regulares ao cliente. Tudo isso é feito com o objetivo de maximizar o retorno e reduzir o risco de perda.

Melhores corretores de Gestão de Ativos

É importante saber que embora muitos gestores de ativos possam ser encontrados em seu banco ou em sociedades de investimento, também existem corretores especializados na gestão de grandes patrimônios, com um alto grau de contato com seus clientes.

A seguir, deixo alguns:

BTG Pactual

BTG Pactual Digital: O maior banco de investimentos da América Latina, com uma plataforma intuitiva e um dos catálogos de produtos mais diversificados do mercado. Recomendado para investimentos em Ações, Fundos de Investimento, Tesouro Direto, Renda Fixa, Renda Variável e Previdência Privada.

btg pactual invstimentos

👉 Para saber mais sobre este corretor, acesse nossa análise: Análise completa da BTG Pactual

Interactive Brokers

Interactive Brokers é um corretor reconhecido, famoso tanto por seu amplo serviço retail, quanto no campo da gestão de grandes patrimônios.

Sua plataforma de negociação (e serviços financeiros), Trader WorkStation, é projetada para atender investidores com recursos consideráveis.

Consequentemente, oferece uma ampla gama de instrumentos financeiros, e se caracteriza por fornecer uma execução rápida e eficiente de ordens, acesso a uma ampla gama de produtos e ferramentas de análise avançadas.

  • 🏆 Regulação: SEC e FINRA
  • Ativos financeiros: Fundos de investimento e fundos indexados
  • 💲 Depósito mínimo: 10.000 $ -IBKR Pro-
  • 🗣 ️ Comunicação: Plataforma profissional para uso pessoal. Atendimento ao cliente em inglês.

  • 💶DEPÓSITO MÍNIMO0,00 €
  • 📝REGULAÇÃOFCA, ASIC, CBI,
  • ⭐️PONTUAÇÃO8.75/10

Rico

Parte do Grupo XP, destaca-se por sua plataforma simples e intuitiva, ideal para quem está começando. Oferece investimentos no Tesouro Direto, Renda Fixa, Previdência Privada, Fundos de Investimentos, Fundos Imobiliários e Ações.

corretora rico

👉 Para saber mais sobre este corretor, acesse nossa análise: Análise completa da Rico

Como escolher o melhor gestor de ativos possível?

Bem, é verdade que existem muitas opções de gestão de ativos, mas, como saber qual é a correta? A seguir, deixo uma série de dicas básicas a serem consideradas antes de selecionar seu gestor de patrimônio.

  1. Segurança: Como se fosse um corretor normal, o primeiro ponto que você deve considerar ao escolher seu corretor de gestão de ativos é sua regulação, ou a segurança que ele oferece.Como você já sabe, você deve priorizar reguladores europeus, dos EUA ou da Austrália.
    Por exemplo, o corretor EXANTE é regulado pela MFSA de Malta e pela FCA do Reino Unido.
  2. Experiência e reputação: É crucial investigar a experiência e a reputação do gestor de ativos. Examine seu histórico, quanto tempo ele está no mercado e as opiniões de outros clientes.Como você já sabe, experiências de gestão passadas não garantem crescimento futuro, mas certamente são um ponto a ser considerado.Outra opção é observar a sala de imprensa de um corretor, bem como sua galeria de prêmios, sempre levando em conta o grau de profissionalismo das entidades que concedem tais prêmios.
  3. Estratégia de investimento: Cada gestor de ativos tem uma estratégia de investimento diferente. É importante entender sua abordagem e determinar se ela está alinhada com seus objetivos financeiros e tolerância ao risco.Para isso, será essencial agendar uma série de chamadas ou videoconferências, onde o gestor de ativos seja capaz de entender o perfil de risco do investidor, para adaptar um plano de investimento coerente com seus objetivos.
  4. Diversificação: Um bom gestor de ativos deve ter uma estratégia sólida de diversificação. Isso implica distribuir os ativos em diferentes classes, setores e regiões, o que ajuda a reduzir o risco e maximizar o potencial de retorno.Portanto, é importante que, independentemente do seu perfil de risco, seja incluída alguma estratégia de diversificação de carteira entre ações, REITs, títulos ou fundos.
  5. Comissões: Claro, também será necessário levar em conta a política de comissões do gestor de ativos. Certifique-se de que os custos sejam razoáveis e estejam alinhados com os serviços e o valor que você recebe.
  6. Transparência e comunicação: Um gestor de ativos confiável deve ser transparente na sua comunicação com você. Deve fornecer informações claras sobre os investimentos, as mudanças na carteira e o desempenho.É importante também que estejam dispostos a responder suas perguntas e fornecer aconselhamento adequado.

Por que a “Gestão de Ativos” é importante?

A Gestão de Ativos é importante por várias razões:

  • Profissionalização: Os gestores de ativos buscam maximizar os retornos dos fundos que gerenciam, o que pode ajudar os investidores a alcançar seus objetivos financeiros de longo prazo, como aposentadoria ou educação dos filhos.
  • Diversificação da carteira: Os gestores de ativos podem ajudar os investidores a diversificar sua carteira de investimentos, o que pode reduzir o risco e melhorar os retornos a longo prazo. Os gestores de ativos podem investir em diferentes classes de ativos, regiões geográficas e setores industriais, o que pode reduzir a volatilidade e melhorar a estabilidade da carteira.
  • Gestão de riscos: Os gestores de ativos podem ajudar os investidores a gerenciar o risco ao escolher ativos que se ajustem ao seu perfil de risco e ao monitorar constantemente os mercados financeiros e os eventos econômicos.
  • Acesso aos mercados: Os gestores de ativos têm acesso aos mercados financeiros globais e a uma ampla gama de instrumentos financeiros, o que lhes permite aproveitar as oportunidades de investimento em diferentes regiões e setores.
  • Economia de tempo: Os gestores de ativos podem economizar tempo e esforço dos investidores ao gerenciar seus investimentos e fornecer relatórios regulares sobre o desempenho da carteira.

Em resumo, as ferramentas utilizadas na Gestão de Ativos incluem sistemas de gestão de carteiras, ferramentas de análise financeira, plataformas de negociação, ferramentas de modelagem financeira e sistemas de acompanhamento e relatório. Essas ferramentas ajudam os gestores de ativos a gerenciar as carteiras de seus clientes, analisar diferentes classes de ativos e setores, comprar e vender instrumentos financeiros, avaliar diferentes cenários, acompanhar o desempenho da carteira e fornecer relatórios regulares aos clientes.

Mercado:

Europa, USA, Ásia

Corretora confiável com 1,54 milhão de contas de clientes e capital de US$ 10,01 bilhões, listada na Nasdaq.

Comissões baixas e melhor execução de preços possíveis graças ao sistema IB SmartRoutingSM.

Plataformas e ferramentas de negociação gratuitas – poderosas o suficiente para traders profissionais, mas projetadas para todos.

Depósito minimo:

R$0.00

Artigos Relacionados