O que são corretoras de investimentos?

Um corretor é uma entidade que atua como intermediário entre um comprador e um vendedor em transações de valores, cobrando uma comissão. O corretor atua como agente, ou seja, não assume nenhuma posição própria, nem mesmo temporariamente, mas limita-se a unir duas posições (compra-venda) ao preço que seja satisfatório para ambas as partes.

Nas operações de mercado de ações, o corretor torna-se um intermediário no mercado que cobra uma comissão para realizar este serviço. O corretor dedica-se a facilitar as operações de compra e venda. O corretor é alguém que conhece o mercado e o seu funcionamento.

Muitos traders precisam da assistência profissional de um Corretor, precisam de alguém que receba e esteja atento às suas ordens de comprar ou vender, que procure contrapartes interessadas em comprar ou vender, que negocie a bons preços.

Como um corretor ganha dinheiro?

Os corretores ganham seu dinheiro através de comissões e tarifas que cobram aos seus clientes por realizar ações de compra e venda de ativos em suas plataformas, ou por gerenciar seus ativos financeiros.

Não existem corretores sem comissões. Embora você não seja cobrado de forma direta, de alguma forma eles se beneficiam.

Tipos de comissões de um corretor

Dentre as comissões mais comuns que podem ser cobradas pelos corretores, estão:

  • Comissões de compra-venda: são as comissões por executar uma ordem, que pode ser de duas formas, diretamente em porcentagens do capital investido ou com um valor fixo se não atingir o capital mínimo investido.
  • Comissão de custódia: é a comissão por guardar seguros os valores, embora em tempos atuais alguns corretores cobrem isso, é muito caro, geralmente é uma porcentagem sobre o valor total investido ou, se não cobrarem, um valor fixo, seja mensal, trimestral, semestral ou anual por mercado.
  • Comissão de manutenção: é a comissão por manter uma conta aberta e as ações depositadas, no entanto, já existem muitos corretores que removeram isso por causa da mesma razão mencionada anteriormente, no caso de ser cobrada, geralmente é um valor fixo periódico.
  • Comissão por mudança de moedas: é a comissão cobrada quando o investidor operou em mercados com outra moeda, esta só é cobrada quando o corretor para executar a operação precisa trocar a moeda e a comissão é fixa.
  • Comissão de transferência de valores: também conhecida como comissão de mudança de corretor, esta é cobrada quando o cliente decide mudar de corretor, esta pode ser bastante elevada para tentar impedir que o cliente mude de corretor.
  • Comissão de pagamento de dividendos: é cobrada quando o investidor recebe um dividendo pela investimento realizado
  • Comissão de cancelamento de ordens: é cobrada quando uma ordem foi enviada e antes de sua execução o cliente a cancela.
  • Comissão de ampliação de capital: o corretor cobra ao participar de uma ampliação de capital de uma empresa da qual se tem ações.
  • Comissão por serviços especiais: essas comissões geralmente são aplicadas no caso de o cliente solicitar serviços especiais, como relatórios, análise de empresas, entre outros.
  • Comissão por splits e contrasplits: essa comissão pode ser cobrada pelo corretor, mesmo que o tamanho da posição não mude.
  • Comissão de canon de bolsa: é a comissão estabelecida pelos diferentes mercados e bolsas e o corretor apenas se dedica a repassá-la ao investidor, este canon é fixo para todos os investidores.

Tipos de Corretores

Estes são divididos em dois principais tipos:

Corretores Dealing DesK, (DD)

São aqueles que contam com uma mesa de negociação ou de dinheiro. Isso significa que as operações de seus clientes são executadas nessa mesa e não saem do mercado. O corretor cria seu próprio mercado interno para seus clientes e é responsável por procurar a contraparte entre os clientes ou, na maioria dos casos, fornecê-los, garantindo a liquidez e disponibilidade.

Este tipo de Corretor também é chamado de Market Marker ou criador de mercado, pois suas plataformas de operação replicam o mercado real, mas suas operações não saem além disso, ficam dentro do mesmo corretor, suas ganhos são determinados pelo spread

Para maior segurança, recomenda-se ter em mente a regulamentação por países ao escolher um corretor, para ter maiores garantias nas operações, dentro dessas regulamentações por países temos:

  • CNMV na Espanha
  • FCA na Inglaterra:
  • FINRA nos Estados Unidos
  • BAFIN na Alemanha
  • FINMA na Suíça
  • CSSF no Luxemburgo
  • CONSOB na Itália
  • AMF/ACPR na França
  • AFM na Holanda
  • CMV na BRasil

Corretores Não Dealing Desk (NDD)

São aqueles que não contam com mesa de negociação, portanto suas operações vão diretamente ao mercado, estão continuamente conectados a provedores de liquidez que são os que atuam como contraparte.

Podem ser diferenciados dois tipos de Corretores Não Dealing Desk:

  • Corretores ECN (Rede de Comunicação Eletrônica): oferecem os preços de compra e venda oferecidos por todos os participantes do mercado. Seus benefícios são obtidos a partir do spread da mesma forma que os Market Marker.
  • Corretor STP (Processo Direto): eles não conectam o cliente ao mercado inteiro, mas sim a algum provedor de liquidez com quem eles tenham acordo, suas ganâncias também vêm dos spreads.

Classificação de acordo com os produtos oferecidos

Dependendo dos produtos oferecidos, podemos distinguir diferentes tipos de corretores

Existem muitos critérios de classificação para os corretores que estão ativos no campo financeiro, mas consideramos que os mais importantes são os critérios relacionados aos produtos oferecidos e ao tipo de serviços praticados.

Dependendo dos produtos oferecidos, podemos distinguir diferentes tipos de corretores:

  1. Corretor de Ações e ETFs
  2. Corretor de Futuros
  3. Corretor de Forex
  4. Corretor de CFDs
  5. Corretor de Opções

Os corretores multiprodutos oferecem uma combinação de vários dos produtos mencionados acima.

Como saber se um corretor é legal?

Existem muitos corretores ou corretores de bolsa que possuem licença para operar, no entanto, também é importante lembrar que muitos também são ilegais. Portanto, é importante saber diferenciar um do outro.

Neste contexto, para saber se o corretor é legal, é indispensável saber qual regulamentação o cobre, tendo em conta as regulamentações existentes a nível internacional. Dentre as características a serem consideradas, podemos mencionar:

– É importante que o corretor tenha um tempo considerável no mercado, como mais de dez anos para ser confiável, embora a exceção seja que é possível encontrar corretores no mercado com menos tempo, mas são sérios.

– Um dos primeiros aspectos da legalidade do corretor é saber onde ele está constituído e regulamentado, o que depende da região geográfica onde o corretor escolhido está localizado. Por exemplo, nos Estados Unidos e na Europa Ocidental e Central têm melhores regulamentações, pois são muito mais rigorosas e estritas, em comparação com a regulamentação de outras latitudes que são mais brandas ou tolerantes.

Para verificar isso, é necessário avaliar as características e o perfil do corretor, verificar se o corretor está regulamentado e validar o organismo, o que varia de região para país, como ilustrado abaixo:

– NFA e CFTC nos Estados Unidos, esses dois organismos são responsáveis ​​por garantir que os corretores do país norte-americano estejam plenamente regulamentados. Este país é um dos que tem as regulamentações mais fortes do mundo.

– Na Europa, existem regulamentações importantes, como a FCA do Reino Unido, a CNMV da Espanha, a BAFIN na Alemanha, a BANQUE da França, entre outras, são as regulamentações mais conhecidas na Europa, que, juntamente com as dos Estados Unidos, constituem as regulamentações mais prestigiadas do mundo.

Como os corretores não regulamentados estão estafando?

À medida que o mercado financeiro se expande, surgem inúmeras alternativas para investir, no entanto nem todas são uma boa opção, portanto é necessário levar em conta os corretores ilegais e sua forma de operar, para reduzir os riscos de possíveis fraudes. Dentro do modo de operação deste tipo de corretor, algumas ações comuns são identificadas:

– Eles entram em contato com os potenciais clientes com muita insistência, para pressionar o envio do capital.

– Eles usam promessas e publicidade enganosa, como operar por pessoas e tomar posições como sugestões

– Eles prometem altos retornos ou um retorno fixo, seja diário, semanal ou mensal, o que é impossível, pois não se pode garantir um determinado percentual de retorno ou um montante específico

Os corretores que estão enganando pedem para investir um determinado montante de dinheiro e, ao mesmo tempo, trazer ou referir outras pessoas, por exemplo, investir 1000 dólares e convidar mais dois amigos e lhes dar 500 dólares adicionais, o que é o método típico de uma pirâmide.

Este tipo de corretor estabelece um montante mínimo de investimento com alto retorno em pouco tempo, ou seja, com montantes mínimos, você pode ter retornos a curto prazo de 100%, 200% ou 500%, onde é possível que as promessas sejam cumpridas nas primeiras ocasiões para gerar confiança e credibilidade para continuar motivando futuros investimentos.

Quais são os maiores corretores do mundo?

Diante da existência de uma grande quantidade de corretores nos mercados internacionais, é uma tarefa complicada determinar qual é o melhor, diante desta situação, o mais importante é identificar os melhores corretores de acordo com sua especialidade e características ligadas às diferentes regulamentações, e que eles atendam aos requisitos e critérios que se adaptem a certos estilos de investidor.

Para analisar os corretores do mundo, podemos considerar uma série de parâmetros e assim determinar quais são os maiores corretores do mundo, entre esses parâmetros estão o alavancagem, o tamanho da propagação, a plataforma de negociação, bônus, entre outros.

Mas o fator mais importante a considerar é a licença, pois um corretor sem licença opera ilegalmente.

Uma vez tomada a decisão de entrar no mundo das investimentos, é necessário saber quais são os maiores e melhores corretores do mundo, a fim de identificar aqueles que se tornem melhores alternativas para começar a investir e escolher os corretores favoritos. De acordo com o comportamento da atividade de investimento em ativos financeiros, identificam-se uma série de corretores que se destacam de acordo com seus resultados no que vai do ano.

  • Interactive Brokers
  • TradeStation
  • eToro
  • XTB
  • Pepperstone
  • Tickmill
  • Vantage
  • Exness
  • ATFX
  • Key To Markets

Quais são os maiores corretores do Brasil?

  1. XP Investimentos
  2. CM Capital
  3. BTG Pactual
  4. Nu Invest
  5. Clear Corretora
  6. Rico Investimentos
  7. Easynvest
  8. Modalmais
  9. Guide Investimentos
  10. Ativa Investimentos
  11. Nova Futura Investimentos
  12. Toro Investimentos
  13. Órama Investimentos

Artigos Relacionados