Investir em Small Caps através de ETFs?

Ao investir, encontramos diferentes tamanhos de empresas dependendo de sua capitalização de mercado, e isso faz com que muitas vezes tenham algumas características que as diferenciam do resto.

As Small Caps, que são empresas de baixa capitalização, são consideradas um mercado onde existem mais ineficiências que os investidores poderiam explorar.

Isso ocorre porque, em teoria, menos analistas e investidores individuais as seguem e, portanto, a descoberta de preços e desconto de expectativas é mais lento e ineficiente.

Neste artigo, veremos o que são as Smallcaps, o que é o fator SmallCaps e os melhores ETFs para investir em Small Caps.

O que são as Small Caps e por que são interessantes para investir?

Quando falamos de Small Caps, nos referimos àquelas empresas que têm sua capitalização de mercado pequena. Isso seria mais ou menos entre 300 milhões de dólares a 2 bilhões de dólares, dependendo do provedor do índice.

Existem muitos índices que seguem este tipo de empresas. Os dois mais conhecidos são o Russell 2000 e o S&P SmallCap 600. Mas, apesar de terem o mesmo objetivo de seguir empresas de baixa capitalização, sua composição e requisitos são diferentes, e, portanto, seus retornos:

É por esta razão que devemos escolher bem o ETF em que vamos investir e revisar a composição de seu índice e exposições.

A maior diferença entre o Russell 2000 e o S&P 600, é que o segundo usa um filtro de lucros, ou seja, as empresas selecionadas devem ter um histórico de ganhos positivos para serem elegíveis.

Small Caps como um Fator

Nos anos 90, os professores Fama e French criaram um modelo de 3 fatores para ampliar o famoso CAPM.

Além do risco de mercado (beta), eles adicionaram outros dois riscos: tamanho ou small cap (representado pela capitalização de mercado) e Value (representado por múltiplos baixos).

Esses dois riscos, também comumente chamados de fatores, seriam os dois primeiros em uma longa lista de outros que seriam descobertos depois e sobre os quais escreveremos.

Eles são responsáveis por explicar os retornos superiores à média em certas carteiras ou exposições.

Para mais informações sobre os fatores, aqui está um artigo.

Requisitos e Matizes do Investimento com o Fator Smallcap

Tudo nesta vida tem um preço e mais na Bolsa, é por isso que o desempenho acima da média que os fatores como o smallcaps vem acompanhado de certos matizes importantes e limitações ao aplicá-lo na vida real.

O investimento por fatores em geral tem 3 requisitos básicos:

1. Montar um portfólio amplo em termos do número de ações e concentrado no fator para que seu alfa não se perca.

2. Rebalancear o portfólio periodicamente para remover aqueles que já não cumprem com a melhor classificação do fator e adicionar ou manter as empresas que a cumprem.

3. Repetir este processo durante muitos anos porque embora as probabilidades de sucesso sejam altas, sempre podemos cair nos anos de probabilidade de falha e se abandonarmos a estratégia aqui poderíamos não estar dentro quando tiver a recuperação que compensará esses maus períodos.

Agora vamos com os matizes que também são muito importantes:

O primeiro matiz é a volatilidade. Embora saibamos que volatilidade e risco são coisas diferentes, devemos esclarecer que as smallcaps têm maior volatilidade que a média e muito mais que a maioria das empresas de grande capitalização. Portanto, antes de investir com base neste fator, devemos estar confortáveis com as maiores variações que terá, com o máximo drawdown e com o tempo de espera para nos recuperarmos.

O segundo matiz é algo que eu já escrevi antes e tem a ver com o risco de retornos subsequentes e o quão presa pode se tornar a estratégia que faria o bolo ser dividido entre mais.

O terceiro e último matiz tem muito a ver com o requisito de montar um portfólio amplo, mas concentrado no fator. Ou seja, devemos ter todas as ações que correspondem ao percentil ou mesmo ao decil de menor capitalização para este fator de smallcaps.

E o matiz refere-se a que muitas vezes os investidores e gestores caem no viés de representatividade e na falácia ergódica e pensam que a alta probabilidade dos bons retornos de um portfólio amplo e concentrado no fator smallcaps também é automaticamente transferível para a seleção individual de ações em um portfólio que não é tão amplo. Por isso é que vemos tantos fundos smallcaps de gestão ativa que não batem seus índices.

Como investir no fator Smallcaps com ETFs?

Os ETFs são caracterizados por fornecer acesso barato e rápido a mercados muito específicos, como é o caso dos índices Small Caps, e podemos encontrá-los para diferentes países e regiões.

A vantagem de investir em ETFs com o fator Smallcaps é que eles já fazem todo esse trabalho pesado de selecionar os valores, montar o portfólio e reequilibrá-lo. Mas, como vimos no exemplo dos índices, às vezes eles não fazem isso da melhor maneira. Por isso, o trabalho de cada um de nós é ver qual é a sua composição e selecionar o que melhor esteja em sintonia com nossa estratégia e objetivos.

A seguir, uma lista dos ETFs que podem ser comprados na Europa e que seguem o fator Smallcaps.

Melhores ETFs para investir em Small Caps

Na tabela a seguir, você pode encontrar uma compilação de ETFs de Small Caps com melhor retorno acumulado nos últimos 3 anos.

ETF

Ticker

TER

3a%

SPDR MSCI USA Small Cap Value Weighted UCITS ETF

ZPRV

0.30

83.44

Invesco S&P SmallCap 600 UCITS ETF A

SMLK

0.14

56.60

SPDR MSCI Emerging Markets Small Cap UCITS ETF

SPYX

0.55

52.08

L&G Russell 2000 US Small Cap UCITS ETF

ETLZ

0.30

50.27

SPDR MSCI Europe Small Cap Value Weighted UCITS ETF

ZPRX

0.30

46.95

Análise do SPDR MSCI USA Small Cap Value Weighted UCITS ETF

O ETF segue o índice MSCI USA Small Cap Value Weighted que tem em carteira empresas de pequena capitalização dos EUA ponderadas por vendas, lucros, dinheiro e valor contábil.

Segue uma réplica física de amostragem otimizada. Sua moeda base é o USD e não tem cobertura de moeda. Está domiciliado na Irlanda e sua política de dividendos é de acumulação. Sua volatilidade anual é de 24.58%

O seguinte é uma decomposição de seu portfólio:

Análise do Invesco S&P SmallCap 600 UCITS ETF A

O ETF segue o índice S&P SmallCap 600 que tem em carteira as 600 empresas de pequena capitalização dos EUA, que como já vimos também tem um filtro por lucros.

Tem uma réplica sintética com swaps não financiados. Sua moeda base é o USD e não tem cobertura de moeda. Está domiciliado na Irlanda e segue uma política de dividendos de acumulação. Sua volatilidade anual é de 23.89%

O seguinte é uma decomposição de sua carteira por país e setores:

E estas são as principais posições:

Análise do SPDR MSCI Emerging Markets Small Cap UCITS ETF

O ETF replica o índice MSCI Emerging Markets Small Cap que busca seguir empresas de pequena capitalização de mercados emergentes.

Tem uma réplica física de amostragem otimizada. Sua moeda base é o USD e não tem cobertura de moeda. Está domiciliado na Irlanda e sua política de dividendos é de acumulação. Sua volatilidade anual é de 11.95%.

O seguinte é uma decomposição setorial de sua carteira:

Estes são os pesos por país

E estas são as principais posições:

Lembre-se que os ETFs não são comprados em distribuidoras de fundos, mas sim em corretores. Consulte nossa comparação de tarifas: Melhor Corretor para comprar ETFs do Brasil

Conclusões

Como já mencionei antes, é a Estratégia que vai nos dizer qual ETF devemos comprar, quando comprá-lo e quando vendê-lo.

Os ETFs de Small Caps podem ser uma boa alternativa para aqueles que querem ter exposição a este fator. Normalmente são sugeridos como inclinações ou vieses para o núcleo de uma carteira indexada passiva, mas também poderiam fazer parte de outro tipo de carteiras, e até mesmo existem carteiras indexadas passivas que usam este fator como núcleo.

Só precisamos revisar bem o índice que seguem, os matizes e requisitos para que tudo esteja em sintonia com nosso portfólio.

FAQs

O que é a capitalização de mercado?

Refere-se ao valor de todas as ações em circulação multiplicadas pelo preço por ação. É um valor que é usado para dizer quanto vale uma empresa, mas não deve ser confundido com seu valor intrínseco.

Quais são as ações small cap?

Normalmente são empresas que têm uma capitalização menor que 2 bilhões de dólares, mas esse nível pode variar um pouco dependendo do provedor do índice.

Como investir em small caps?

No artigo mencionamos alguns ETFs para investir em smallcaps ou empresas de pequena capitalização, mas também pode ser feito através de fundos de investimento ou selecionando individualmente as empresas dentro do universo das small caps.

Mercado:

Europa, USA, Ásia

Corretora confiável com 1,54 milhão de contas de clientes e capital de US$ 10,01 bilhões, listada na Nasdaq.

Comissões baixas e melhor execução de preços possíveis graças ao sistema IB SmartRoutingSM.

Plataformas e ferramentas de negociação gratuitas – poderosas o suficiente para traders profissionais, mas projetadas para todos.

Depósito minimo:

R$0.00

Artigos Relacionados

Melhores ETFs para investir no Setor Financeiro
Os ETFs são uma alternativa para investir em um setor tão específico quanto o financeiro e assim captar sua evolução futura. Vale a pena ressaltar que o setor financeiro é amplo. É composto por bancos, companhias de seguros gerais, de vida, de ...