O que é análise fundamentalista e como aplicá-la?

A aplicação da análise fundamentalista se concentra em dados econômicos e financeiros para determinar o valor real de uma ação, diferenciando-se das análises que focam apenas no comportamento do preço. Com essa técnica, investidores podem identificar oportunidades de compra ou venda baseadas no potencial de crescimento e lucratividade de longo prazo de uma empresa.
Para dominar a aplicação dessa análise e tomar decisões de investimento mais assertivas, continue lendo!

Em que consiste a análise fundamentalista?

A análise fundamentalista é uma ferramenta inteligente no mercado financeiro. Ela consiste em avaliar a saúde econômica e o potencial de crescimento de uma empresa ou ativo, visando determinar seu valor. 

Isso é feito através do estudo de diversos indicadores financeiros e econômicos, como: 

  • Receitas; 
  • Lucros; 
  • Dívidas; 
  • Gestão da empresa; e 
  • Seu posicionamento no mercado.

Investidores aplicam análise fundamentalista para identificar, principalmente, empresas subvalorizadas pelo mercado ou para evitar aquelas que estão sobrevalorizadas
A ideia é investir em ativos que tenham uma margem de segurança, ou seja, uma diferença significativa entre o preço de mercado e o valor calculado.

Análise fundamentalista aplicação

Por que usar a análise fundamentalista?

A aplicação de análise fundamentalista é recomendada por diversos motivos:

  1. Tomada de decisão baseada em dados: compõe uma base sólida de dados reais e quantificáveis, permitindo que as decisões de investimento sejam feitas com maior confiança;
  2. Visão de longo prazo: ajuda a identificar empresas com potencial de crescimento sustentável a longo prazo;
  3. Identificação de valor: esta análise permite distinguir entre o preço de mercado de uma ação e seu valor intrínseco, ajudando a encontrar ativos que estejam sendo negociados abaixo do seu verdadeiro valor;
  4. Proteção contra volatilidade: ao entender os fundamentos de uma empresa, os investidores podem se proteger contra as oscilações de mercado que não refletem o desempenho real da empresa;
  5. Avaliação qualitativa e quantitativa: não se limita a números, já que ela também considera fatores qualitativos, como a gestão da empresa e sua posição competitiva no mercado;
  6. Estratégia de investimento disciplinada: encoraja os investidores a se concentrarem em análises em vez de seguir padrões de tendências de mercado sem uma avaliação crítica;
  7. Diversificação de portfólio: compreender os fundamentos de diferentes setores e empresas, através da análise fundamentalista, pode ajudar os investidores a construir um portfólio mais diversificado e resiliente.

Quais são as etapas de uma análise fundamentalista?

Seguir as etapas da aplicação de uma análise fundamentalista é muito importante para entender a verdadeira valoração de uma empresa no mercado financeiro. Veja quais são:

  • Definição de objetivos e estratégia;
  • Seleção do Setor;
  • Escolha da empresa;
  • Análise qualitativa;
  • Análise quantitativa;
  • Avaliação dos indicadores financeiros;
  • Projeção de resultados futuros;
  • Valoração da empresa;
  • Comparação com o preço de mercado;
  • Tomada de decisão;
  • Monitoramento contínuo.

Definição de objetivos e estratégia

Antes de começar, é importante definir o que se espera alcançar com o investimento e qual estratégia será utilizada, seja para renda fixa, crescimento de capital ou especulação.

Seleção do setor

Escolha um setor para investir. Analise as tendências econômicas, a estabilidade do setor e as projeções de crescimento. Conheça quais são as megatendências serem levadas em consideração nos próximos anos.

Escolha da empresa

Dentro do setor selecionado, identifique empresas que apresentem bons fundamentos. Olhe para os indicadores já citados anteriormente no conteúdo, a reputação, governança corporativa e posição no mercado.

Análise qualitativa

Estude a qualidade da gestão, estratégia empresarial, competitividade no mercado, inovações, e a sustentabilidade das vantagens competitivas da organização.

Análise quantitativa

Examine os dados financeiros da empresa, incluindo:

  • Balanço patrimonial;
  • Demonstrativo de resultados;
  • Fluxo de caixa.

Avaliação dos indicadores financeiros

Calcule e interprete indicadores como P/L (Preço/Lucro), ROE (Retorno sobre o Patrimônio Líquido), Margem EBITDA, entre outros.

Projeção de resultados futuros

Faça projeções baseadas nos dados históricos e nas expectativas para o futuro da empresa e do setor, baseadas tanto em dados históricos quanto em análises de tendências do mercado e da indústria.

Valoração da empresa

Utilize métodos de valoração, como o fluxo de caixa descontado ou a análise por múltiplos, para determinar o valor da empresa.

👉 Leia também: O que é o valor contábil de uma ação?

Comparação com o preço de mercado

Compare o valor intrínseco calculado com o preço atual de mercado da ação para identificar se ela está subvalorizada ou sobrevalorizada.

Tomada de decisão

Com base na análise realizada, decida se a empresa é um bom investimento. Se o valor intrínseco for maior que o preço de mercado, pode ser uma oportunidade de compra.

Monitoramento contínuo

Após o investimento, continue monitorando a performance do ativo e do mercado para garantir que os fundamentos permaneçam sólidos.
Essas etapas fornecem um roteiro para a análise fundamentalista, permitindo aos investidores fazer escolhas melhores e mais alinhadas aos seus objetivos financeiros. 

Principais indicadores na análise fundamentalista

São indicadores importantes da análise fundamentalista:

  • Balanço patrimonial: avalia a situação financeira da empresa, incluindo ativos, passivos e patrimônio líquido;
  • Demonstrativo de resultados: examina a capacidade da empresa de gerar lucro a partir de suas receitas e despesas;
  • Fluxo de caixa: analisa a entrada e saída de dinheiro, essencial para entender a liquidez da empresa;
  • Indicadores de mercado: incluem o P/L (Preço/Lucro), ROE (Retorno sobre o Patrimônio Líquido), entre outros, que ajudam a comparar o valor de mercado da empresa com seus resultados reais.

Comparação entre análise fundamentalista e análise técnica

Ambas as análises têm seus méritos e podem ser usadas complementarmente. Investidores podem usar a aplicação de análise fundamentalista para escolher “o que” comprar.
Enquanto isso, a análise técnica pode ajudar a decidir “quando” comprar ou vender, também considerando padrões gráficos e tendências de preços para prever movimentos futuros do mercado.
A escolha entre as duas depende dos objetivos, do perfil e da estratégia de investimento de cada indivíduo. 

Profissionais do mercado financeiro muitas vezes se especializam em uma ou integram diferentes análises para ter uma visão mais completa. No geral, para qualquer investidor, é importante saber qual a diferença Análise Técnica e Análise Fundamental

Use as melhores estratégias de trading a seu favor!

A aplicação de análise fundamentalista é importante para investidores que buscam compreender profundamente onde estão colocando seu dinheiro. 
Ela oferece a estrutura necessária para avaliar investimentos de maneira metódica e racional, alinhando as escolhas de investimento com objetivos financeiros de longo prazo. 
Se você se interessou pelo assunto e deseja saber mais sobre análises financeiras, confira o artigo completo sobre as melhores estratégias de trading para sua carreira de investidor!

Mercado:

Europa, USA, Ásia

Corretora confiável com 1,54 milhão de contas de clientes e capital de US$ 10,01 bilhões, listada na Nasdaq.

Comissões baixas e melhor execução de preços possíveis graças ao sistema IB SmartRoutingSM.

Plataformas e ferramentas de negociação gratuitas – poderosas o suficiente para traders profissionais, mas projetadas para todos.

Depósito minimo:

R$0.00

Artigos Relacionados