A “hora da bruxaria tripla” e a “hora da bruxaria quadruple”, explicadas

A hora da bruxaria tripla é o momento em que a cada 3 meses coincidem os vencimentos dos contratos futuros sobre índices e opções sobre ações e índices. É conhecida assim porque quando as operações eram feitas manualmente, essa abundância de ordens provocava efeitos imprevisíveis na formação de preços, gerando «movimentos estranhos» como se fossem «atos de bruxaria».

O que é a hora da bruxaria tripla? E a quádrupla?

Geralmente é considerada hora da bruxaria tripla, quando há:

  • Vencimento de futuros sobre índices
  • Vencimento de opções sobre índices e ações

E a hora quádrupla das bruxas:

  • Vencimento de futuros sobre índices e ações
  • Vencimento de opções sobre índices e ações

Com que frequência ocorre este fenômeno?

Os vencimentos ocorrem na terceira sexta-feira de cada mês e/ou a cada 3 meses, dependendo do tipo de contrato. Isso implica que a hora tripla das bruxas ocorre na terceira sexta-feira de cada três meses, quando coincidem os vencimentos dos contratos mensais e trimestrais, sendo estes: março, junho, setembro e dezembro.

Nos dias de vencimento de opções e futuros, os mercados de futuros e opções fecham antes do horário habitual, por isso devemos estar atentos ao horário nos dias de vencimento.

Como ocorre no mercado brasileiro?

No mercado brasileiro, a bruxaria tripla ocorre quando investidores que detêm contratos futuros do Ibovespa, opções de ações individuais, como as da Petrobras (PETR4) e Vale (VALE3), e opções sobre o próprio Ibovespa, se aproximam da data de vencimento desses contratos. Todos esses derivativos vencem simultaneamente na terceira sexta-feira dos meses de março, junho, setembro e dezembro, levando a um aumento na volatilidade e no volume de negociações.

Por exemplo, se inúmeros investidores decidem exercer opções de compra da Petrobras no vencimento, isso pode causar um aumento na demanda pelas ações da empresa, elevando seu preço. Simultaneamente, ajustes significativos em posições de contratos futuros do Ibovespa podem influenciar a composição e o valor do índice.

Este cenário, onde decisões coletivas afetam os preços das ações e índices acentuadamente e muitas vezes imprevisível, caracteriza a bruxaria tripla no mercado financeiro brasileiro.

Por que ocorre este fenômeno da hora tripla das bruxas?

Como sabemos, os contratos de futuros e opções têm vencimento, e este é o momento em que aqueles que adquiriram as obrigações (contratos de futuros e opções vendidas) e direitos (opções compradas), decidem se fecham a posição ou a «rolam» para o próximo vencimento.

Rolar a posição consiste em indicar ao corretor que queremos “renovar” o contrato. O corretor fechará o contrato atual e abrirá um novo com o próximo vencimento. Em inglês, é conhecido como rollover.

Este fechamento e abertura massiva de contratos, pode produzir uma alta volatilidade nas cotações do mercado de opções, futuros e até ações (as opções podem ter associada a entrega de ações). Este aumento da volatilidade ou variabilidade dos preços está associado ao maior volume de negociação no momento do vencimento dos contratos. Como atualmente a negociação é eletrônica, o impacto da volatilidade é mínimo e é mais complicado que ocorram movimentos inexplicáveis como acontecia.

No Brasil, por exemplo, existem vencimentos mensais e também devemos considerar o horário, pois os mercados de derivativos (futuros e ações) no dia do vencimento encerram sua negociação entre as 12:00h e as 16:35 horas.

Artigos Relacionados

Deixar uma Resposta

Leave a Comment

Sii il primo a commentare!
Commento