O que é Social Trading?

Dada a ascensão da internet, é muito mais favorável dedicar um pouco de tempo à atividade de investimento. Isso pode ser feito sem a necessidade de estudar grandes mercados de ações e anuários estatísticos. Portanto, hoje é importante que, felizmente, o acesso à informação tenha sido enormemente democratizado.

Pois bem, qualquer pessoa com um mínimo de capital e vontade de investir pode fazê-lo em qualquer hora e lugar, porque graças à rede de redes em geral e às redes sociais em particular, nem é necessário ser um especialista para poder investir nos diferentes mercados.

Isso é possível através do Social Trading ou investimento social, tornando-se uma forma simples de operar, então se você quiser saber mais sobre o assunto, convido você a saber o que é e como funciona, e seu potencial no mundo do investimento e outros aspectos.

O que é negociação social?

O trading social surge da necessidade de alguns traders, na sua maioria iniciantes, interagirem com profissionais para poderem aprender técnicas e estratégias, partilhar análises e gráficos e discutir interesses comuns.

O comércio social é, em última análise, uma comunidade de usuários que funciona da mesma forma que uma rede social, mas em torno de um tópico específico, como negociação .

Como funciona o comércio social?

Uma comunidade de negociação social funciona de forma semelhante às redes sociais populares como o Facebook, mas em vez de partilharem histórias pessoais, os participantes debatem e falam sobre negociação.

Contudo, neste caso os atores participantes nesta rede podem ser divididos em dois tipos:

  • Provedores de sinais ou profissionais que compartilham suas operações e
  • Seus seguidores buscam conselhos e estratégias vencedoras.

Algumas corretoras já oferecem esse tipo de serviço.

Através do trading social, os traders partilham as suas estratégias e, logicamente, não o fazem sem lucro, mas procuram obter algum lucro. As empresas ou Os corretores online que oferecem este serviço pagam ao fornecedor do sinal uma comissão por operação ou uma taxa mensal acordada com eles.

Geralmente, eles criam um ranking de fornecedores com pontuações baseadas no sucesso de suas operações ou em sua popularidade.

Prós e contras do comércio social

O Social Trading oferece múltiplas vantagens, especialmente para traders iniciantes. Permite-lhe aprender com os traders mais experientes, poupar tempo na análise de mercado e diversificar estratégias. No entanto, não é isento de riscos. Ao copiar as negociações de outros, os investidores podem tornar-se demasiado dependentes e não conseguirem desenvolver as suas próprias competências de análise. Além disso, mesmo os traders mais experientes podem ter dias ruins, o que pode resultar em perdas.

Plataformas de negociação social mais populares

As plataformas mais populares que oferecem negociação social no Brasil são:

CorretoraNacionalidadeCaracterísticas PrincipaisNotas Adicionais
eToroInternacionalUma das maiores plataformas de social trading, oferecendo uma variedade de ativos para negociar e copiar.Oferece suporte e plataforma em português para brasileiros.

O que é necessário para começar a operar no Social Trading no Brasil?

Para começar a operar com Social Trading no Brasil, é fundamental entender o conceito e a mecânica dessa prática. O Social Trading é uma metodologia que se baseia na experiência e estratégias de investidores mais experientes para estabelecer diretrizes de investimento no mercado. Essa prática é especialmente recomendada para investidores iniciantes, mas qualquer pessoa interessada em investimentos pode se beneficiar dela. A ideia é criar um portfólio de investimentos seguindo as recomendações e estratégias de especialistas e gestores, permitindo que as decisões de investimento sejam tomadas com base no conhecimento de profissionais mais experientes no campo.

A implementação do Social Trading pode ser realizada através de plataformas específicas que facilitam essa prática, como a eToro, que é bastante conhecida nesse segmento. Essas plataformas reúnem diversos investidores em um espaço exclusivo, onde as decisões são tomadas coletivamente, permitindo um trade organizado e alinhado. Os usuários compartilham informações e análises para, juntos, definirem as melhores estratégias de investimento. Vale ressaltar que, embora o Social Trading ofereça diversas vantagens, como a economia de tempo e a possibilidade de seguir recomendações em tempo real, é crucial ter em mente que os investimentos sempre vêm com riscos e é essencial fazer uma gestão de risco adequada.

Que tipo de ativos podem ser negociados com Social Trading?

Ativos relacionados a:

É necessária experiência para usar o Social Trading?

Em termos gerais, o trading social é utilizado tanto por iniciantes como por pessoas experientes, o importante é instalar um aplicativo de copy trading, criar uma conta e estar pronto para começar a negociar.

De certa forma, para usar a negociação social, você não precisa de nenhuma habilidade de negociação ou experiência acentuada para começar, você só precisa selecionar um trader e seguir a estratégia de negociação. Deste ponto de vista, o comércio social é uma forma de investimento que está a tornar-se muito grande nos dias de hoje.

Esta situação torna-se latente à medida que o comércio de cópias se torna tão popular que não requer qualquer habilidade ou experiência.

A experiência para utilizá-lo é antes a seleção do trader, pois quando uma transação é copiada, não se investe em moedas, energias, criptomoedas, entre outros, investe-se em uma pessoa real que utiliza uma estratégia de negociação. a cópia comercial tem esse nome porque você investe em um trader e copia suas negociações.

Como são calculadas as comissões no Social Trading?

Caso um investidor obtenha lucro, ele deverá pagar uma comissão ao fornecedor da estratégia. A taxa é definida pelo fornecedor da estratégia e calculada no final de um período de negociação ou quando o investidor deixa de copiar a estratégia.

Para entender melhor como as comissões são calculadas no comércio social, é feita a seguinte ilustração.

CapitalCapital investido atual
AdiçãoComissões pagas em todos os períodos de negociação anteriores desde a criação da estratégia
Cópia do dividendoProporção de lucros retirados pelo provedor de estratégia
Valor investidoSaldo de investimento inicial
Percentual de ComissãoO percentual de comissão estabelecido pelo fornecedor da estratégia no momento da abertura do investimento

É seguro fazer Social Trading no Brasil?

O Social Trading no Brasil, assim como em outros países, é uma prática que tem ganhado popularidade, especialmente entre investidores que não têm o tempo ou o conhecimento para negociar ativos de forma eficaz por conta própria. O Social Trading permite que os investidores sigam e copiem as operações de traders mais experientes, proporcionando uma forma de obter insights valiosos e estratégias de negociação sem a necessidade de uma profunda experiência no mercado financeiro. No entanto, é crucial que os investidores escolham cuidadosamente os traders que decidem seguir, considerando não apenas os retornos passados, mas também os riscos e a estratégia de negociação adotada.

Quanto à segurança do Social Trading no Brasil, é fundamental que os investidores utilizem plataformas regulamentadas e reconhecidas no mercado financeiro. A regulamentação assegura que a plataforma atende a certos padrões e normativas, proporcionando uma camada adicional de segurança para os investidores.

Além disso, é vital que os investidores estejam cientes dos riscos envolvidos no trading e que utilizem ferramentas de gestão de risco, como stops e limites, para proteger seus investimentos. A diversificação, seguindo diferentes traders e estratégias, também pode ser uma estratégia prudente para mitigar riscos e potencializar oportunidades.

Artigos Relacionados

Deixar uma Resposta

Leave a Comment

Sii il primo a commentare!
Commento