Tipos de Opções Financeiras: entenda quais são e como escolher

Para você que está ingressando no mundo dos investimentos, compreender os diferentes tipos de opções disponíveis é um passo importante para tomar boas decisões na hora de escolher. 

E, nesse quesito, o mercado de opções oferece aos investidores uma forma de diversificar seu patrimônio, de acordo com seus objetivos. 

Fique comigo para entender o conceito, como são classificadas e como funcionam os códigos associados a elas.

Boa leitura!

O que são opções financeiras?

As opções financeiras são instrumentos derivativos, que conferem a seus investidores o direito de comprar (call) ou vender (put) um ativo, a um preço predeterminado, em uma data futura. 

Dessa forma, esses instrumentos oferecem flexibilidade, versatilidade e oportunidades de hedging (proteção) e especulação para investidores, sendo um componente importante nos mercados financeiros.

Quais são os tipos de opções existentes?

Ao entrar no mercado de opções, você vai se deparar com algumas opções, como, por exemplo:

Opções de Compra (Call)

Também conhecidas como Call, concedem ao investidor o direito, mas não a obrigação, de comprar um ativo subjacente a um preço estipulado, em um prazo específico

Assim, os investidores que adquirem opções de Compra geralmente esperam que o preço do ativo subjacente aumente, permitindo comprar a um valor mais baixo e lucrar com a diferença.

Opções de Venda (Put)

Por outro lado, as opções de Venda, ou Put, fornecem ao investidor o direito de vender um ativo subjacente a um preço estabelecido, em um período determinado. 

Nesse caso, os investidores que compram, apostam na queda do preço do ativo subjacente, para vender a um valor mais alto e obter lucro.

Opções Americanas

Permitem que o titular exerça seu direito a qualquer momento antes da data de vencimento do contrato. Dessa forma, oferece aos investidores uma flexibilidade adicional em comparação com as opções europeias.

Opções Europeias

Aqui, o exercício do contrato só pode ocorrer na data de vencimento. Ou seja, isso pode influenciar as estratégias de investimento, pois os investidores precisam antecipar o comportamento do mercado até a data de vencimento para obter lucro.

Opções Binárias

Já as opções Binárias são contratos com um prazo de validade fixo e uma remuneração predeterminada. 

Assim, os investidores precisam fazer uma previsão sobre o movimento do preço do ativo em questão em um determinado período. Se a previsão estiver correta, eles recebem um retorno fixo, caso contrário, perdem o valor investido.

Opções sobre índices

Esse tipo permite que os investidores tenham melhor exposição a todo um mercado, ao invés de a um único ativo. Funcionam como uma cesta de ações de diversas empresas.

Os contratos são baseados em índices de mercado, como o S&P 500, o Dow Jones Industrial Average e o Nasdaq nos Estados Unidos, ou o Ibovespa no Brasil.

Com eles, os investidores podem especular sobre a direção do mercado amplo, realizar hedge contra riscos de mercado ou construir estratégias de trading.

Opções sobre commodities

São derivativos financeiros que possibilitam a negociação de direitos sobre commodities físicas, como ouro, petróleo, café, soja, entre outros. 

Esses contratos garantem que os investidores especulem sobre os preços futuros das matérias-primas, sem a necessidade de possuí-las fisicamente.

Opções sobre moedas

Também conhecidas como opções de câmbio, permitem que os investidores comprem ou vendam moedas estrangeiras a uma taxa de câmbio específica em uma data futura.

Eles são bastante utilizados por empresas multinacionais, investidores institucionais e especuladores para se protegerem contra a volatilidade do mercado ou para aproveitarem oportunidades.

Opções sobre contratos futuros

Aqui, os investidores podem comprar ou vender contratos futuros a um preço preestabelecido em uma data futura. Eles estão disponíveis em diversos ativos, como commodities, índices de mercado e taxas de juros.

Como são classificadas as opções?

As opções são identificadas por meio de códigos que contém informações importantes sobre o contrato. 

Eles são padronizados para facilitar a compreensão e a negociação desses instrumentos financeiros. No Mercado Bovespa, é composto por cinco letras e dois números, seguindo a regra AAAAMNN. 

Para simplificar, aqui está uma explicação sobre seus principais elementos, considerando o seguinte código de Opção “PETRC32” como exemplo:

  • Ticker do ativo-objeto: ele começa com o ticker do ativo ao qual a Opção está vinculada. Para o exemplo considerado, o ticker “PETR” significa que as opções são da empresa Petrobras;
  • Mês de vencimento: em seguida, cada mês é representado por uma letra, sendo “A” para janeiro, “B” para fevereiro, e assim por diante. No caso exemplo, “L” indica o mês de vencimento dezembro;
  • Preço de exercício (strike): após o mês, o código inclui o preço de exercício e não indica eventuais ajustes em caso de juros, dividendos, fracionamentos, etc. Ou seja, o número descrito no código Bovespa é fixo. No exemplo apresentado, “32” é o preço de exercício da opção, que é R$32,00.

Conclusão

Em síntese, os diferentes tipos de opções oferecem aos investidores várias possibilidades para diversificar suas estratégias e buscar retornos atrativos. 

Por isso, ao entender as características de cada tipo de Opção e como elas são classificadas, você estará mais preparado para tomar melhores decisões com seus investimentos.

E, claro, com um mercado tão volátil, é preciso estar sempre atualizado com as últimas mudanças e tendências. Mas, lembre-se de obter informações sobre investimentos, estratégias de trading e atualizações do mercado financeiro, de fontes confiáveis e relevantes. 

Nesse caso, não perca tempo e continue aprendendo sobre opções com a Rankia. Leia agora mesmo: Como investir em opções financeiras do Brasil?

Tickmill

8/ 10

Mercado:

Europa, USA, Ásia

Execução rápida sem recotações, todas as estratégias de negociação permitidas.

Spreads desde 0.0 pips

Regulado por la FSA

*Tickmill não é regulada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) no Brasil. Não realizamos nenhuma atividade de marketing ativo nem oferta pública de valores para residentes no Brasil.

Depósito minimo:

R$508.39

Artigos Relacionados

Melhores Cursos de Trading no Brasil
Atualmente, a popularização dos investimentos tem impulsionado uma crescente busca por conhecimento no mundo do trading. Investidores de todos os níveis estão percebendo a importância de uma formação especializada e sólida para tomar decisões m...