Ripple (XRP): O que é e como investir

A criptomoeda Ripple (XRP) é uma das criptomoedas mais populares.

O Ripple é especializado em remessas internacionais e não é usado apenas por mais de 300 instituições financeiras, mas também está desenvolvendo a “rede de sinalização” que implementa contratos inteligentes.

Se você estiver interessado em investir em criptomoedas e, mais especificamente, em Ripple (XRP), pode ter algumas perguntas, como quais são as diferenças e características em comparação com outras moedas virtuais? Como investir?

Neste artigo, você conhecerá o que é, as características do Ripple (XRP) e como investir neste token.

Ripple (XRP): O que é?

O Ripple (XRP) foi idealizado por Jed McCaleb em 2004 e lançado em 2013. Desde abril de 2022, é a moeda virtual na posição 6 das principais em termos de capitalização de mercado.

A característica mais importante do Ripple (XRP) é que é a única criptomoeda que não usa blockchain e usa o livro-razão XRP, um sistema de gerenciamento de livros-razão distribuídos, para realizar transações.

Além disso, ao contrário do Bitcoin e outras criptomoedas descentralizadas (não há um órgão de administração específico), o Ripple tem uma característica centralizada, pois é operado diretamente por uma empresa.

O token XRP é a criptomoeda deste protocolo de código aberto, cujo principal objetivo é permitir transações internacionais eficientes e de baixo custo. O livro-razão desta criptomoeda foi criado em 2012, quando a Ripple Labs foi fundada, com uma quantidade finita de 100 bilhões de unidades de XRP.

Vale mencionar que a Ripple Labs controla a emissão de unidades de XRP, podendo criar mais a seu bel-prazer, o que possibilita a manipulação dos tokens.

O ecossistema Ripple e sua criptomoeda XRP permitem a troca com outras criptomoedas, moedas fiduciárias ou ativos como o ouro com uma taxa mínima. Portanto, o Ripple foi criado com o propósito de cooperar com o sistema financeiro, a fim de facilitar a união de outras moedas em uma rede blockchain que permita realizar transações rápidas, seguras e baratas.

Por que é criado o Ripple (XRP)?

Foi criado para atender transações financeiras e, portanto, está direcionado ao mercado de serviços bancários e financeiros. Por exemplo, gigantes financeiros globais como UniCredit, UBS e Santander usam o protocolo Ripple.

A ideia é que o Ripple atue como um agente de confiança entre duas partes de uma transação, pois a rede pode confirmar rapidamente que a troca foi realizada corretamente. O Ripple pode facilitar a troca de várias moedas fiduciárias (governamentais), criptomoedas como o Bitcoin e até mesmo produtos básicos como o ouro.

O propósito de sua criação foi melhorar ou até mesmo substituir o SWIFT, o principal sistema usado pelos bancos para transações internacionais.

O Ripple tem como objetivo fornecer um sistema eficiente para transferência direta de dinheiro que ocorre em tempo real, ao mesmo tempo que é mais barato, seguro e transparente do que outros sistemas de transferência usados ​​pelas instituições financeiras tradicionais.

Cada vez que os usuários realizam uma transação usando a rede, uma pequena quantidade de criptomoeda XRP é deduzida.

Como usar o Ripple (XRP)?

O Ripple (XRP), que permite o envio de remessas de alta velocidade e baixo custo, é usado como uma rede de remessas internacionais.

Por exemplo, ao realizar uma remessa internacional do Japão para os Estados Unidos, ao converter o iene japonês em XRP, o dinheiro pode ser recebido em dólares americanos no país de destino através de um sistema chamado ODL (On Demand Liquidity).

Ripple, que desempenha o papel de moeda de ponte, adota um sistema de liquidação bruta em tempo real, e é possível suprimir o entupimento de liquidações em cadeia ao realizar as liquidações uma por uma imediatamente.

Além disso, as taxas da rede são relativamente baratas, tornando-a uma criptomoeda útil para remessas internacionais.

Também é usado como ferramenta de pagamento em lojas online. Por exemplo, é possível comprar produtos usando-o em lojas online como Amazon e Google Express.

Características do Ripple (XRP)

Entre as características do Ripple (XRP) podemos mencionar:

Especializado em remessas:

A característica mais importante do Ripple é que ele é especializado em remessas. Ripple é chamado de moeda de ponte, criada com o objetivo de eliminar conflitos com remessas entre países.

Por exemplo, se houver 3 moedas (A, B, C), existem 6 tipos de padrões de troca da seguinte forma.

Padrões para trocar 3 tipos de moeda

  • Troca de moeda A por moeda B
  • Troca de moeda B por moeda A
  • Troca de moeda C por moeda A
  • Troca de moeda A por moeda C
  • Troca de moeda B por moeda C
  • Troca de moeda C por moeda B

No entanto, quando uma moeda de ponte como Ripple entra em cena, ocorrem os seguintes três padrões.

Através da moeda de ponte:

  • Troca de moeda A e moeda B
  • Troca de moeda A e moeda C
  • Troca de moeda B e moeda C

Além disso, no que diz respeito ao sistema de suporte, algoritmo de consenso, velocidade de processamento e custo, há ênfase na melhoria da conveniência das remessas, o que oferece uma grande vantagem na hora de trocar entre duas moedas.

Também resolve problemas como escalabilidade e alto consumo de energia, que costumam ser tediosos com Bitcoin e Ethereum, e este ponto também é citado como a força do Ripple.

É uma criptomoeda centralizada?

Não se pode negar o aspecto centralizado. Como mencionado anteriormente, o Ripple (XRP) é administrado pela Ripple. Como tal, a Ripple tem muito poder sobre o Ripple (XRP).

Além destes pontos, a Ripple administra o servidor que contém o sistema relacionado ao Ripple e, ao mesmo tempo, a Ripple tem grande influência no fluxo relacionado à aprovação de transações.

Ao contrário das moedas virtuais como Bitcoin e Ethereum, não foi projetada com ideias e conceitos não centralizados, mas sim como uma moeda virtual centralizada.

Alta afinidade com o sistema financeiro existente

O Ripple (XRP) é compatível com o sistema financeiro existente, pois constrói um sistema centralizado e fornece produtos para empresas.

Como há poucas moedas virtuais que têm associações e relações cooperativas com instituições financeiras como o Ripple, sua afinidade com o sistema financeiro existente é superior à de outras moedas virtuais.

Devido à facilidade de acesso ao sistema financeiro existente, o valor esperado é muito alto do ponto de vista da praticidade.

Baixa velocidade e custo de remessas

O Ripple (XRP) tem uma velocidade de remessa rápida e um custo mais baixo. A razão pela qual o XRP é transferido tão rapidamente é devido à forma como processa as transações.

Para processar transações de moeda virtual, é necessário o trabalho de aprovação de várias pessoas, mas no caso do Ripple (XRP), as transações podem ser processadas com a aprovação de um número limitado de pessoas, o que permite realizar envios rápidos.

Além disso, a razão pela qual o custo das remessas do XRP é baixo é que não passa por um banco correspondente.

As remessas internacionais tradicionais exigem a intermediação de instituições financeiras chamadas bancos correspondentes.

Quais são as diferenças entre o Ripple (XRP) e outras criptomoedas?

O Ripple (XRP) se diferencia de outras criptomoedas por:

A primeira diferença é a centralização. Embora o Ripple seja o administrador de facto do XRP, outras criptomoedas não têm um órgão governamental. Da mesma forma, todos os tokens XRP foram emitidos e processados ​​por afiliados do Ripple.

Além disso, no caso de outras criptomoedas, os mineiros participam do processamento de transações e recebem como recompensa criptomoedas recém-emitidas.

Não usa blockchain:A tecnologia usada para o XRP é o XRP Ledger. Tanto o XRP Ledger quanto o blockchain são tecnologias de contabilidade distribuída, e a diferença entre eles está no algoritmo de verificação.

As moedas virtuais diferentes do XRP introduziram algoritmos de aprovação como PoW (Prova de Trabalho) e PoS (Prova de Participação), enquanto o XRP usa PoC (Prova de Consenso).

Uma característica do PoC é que apenas um número limitado de validadores (pessoas que processam transações) podem participar do processo de aprovação, e o sistema determina que as transações aprovadas por 80% dos validadores são corretas.

Tickmill

8/ 10

Mercado:

Europa, USA, Ásia

Execução rápida sem recotações, todas as estratégias de negociação permitidas.

Spreads desde 0.0 pips

Regulado por la FSA

*Tickmill não é regulada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) no Brasil. Não realizamos nenhuma atividade de marketing ativo nem oferta pública de valores para residentes no Brasil.

Depósito minimo:

R$508.39

Artigos Relacionados

O que é Teoria de DOW na análise técnica
A análise técnica é uma ferramenta essencial para os investidores que buscam obter vantaegens no mercado financeiro. Ela consiste em estudar os padrões de comportamento dos preços dos ativos, utilizando gráficos, indicadores e outras ferramentas m...